in

Após vazamento de áudio e vídeos, influenciadora diz ter sofrido violência obstétrica; médico nega

Em um dos vídeos, o profissional responsável pelo parto da famosa solta vários xingamentos enquanto pede para que ela fizesse força.

Reprodução/Instagram Shantal Verdelho

Em setembro deste ano, Shantal Verdelho deu à luz a sua segunda filha com Mateus Verdelho, Domênica. Contudo, foi na sexta-feira, 10, que um áudio e alguns vídeos dela começaram a circular nas redes sociais, nos quais ela relata e até mostra o que considera cenas de violência obstétrica, que sofreu durante o parto.

Publicidade

Nas gravações, que foram feitas pelo marido da influenciadora com uma Go Pro, o ginecologista e obstetra que realizou o parto de Shantal, Renato Kalil, aparece soltando vários palavrões, enquanto pede para a influenciadora fazer força. “Eu estou fazendo”, respondeu a esposa de Verdelho, ressaltando que ela era a mais interessada no parto.

Vale destacar que, na ocasião, Shantal contou que o parto durou 48h e, diferente do que desejava, o procedimento não foi humanizado. A revista Quem entrou em contato com a influenciadora, mas ela se limitou a confirmar a veracidade do áudio e vídeos, e a dizer que, neste momento, ela não deseja comentar sobre o assunto.

Publicidade

A assessoria do médico, por sua vez, retornou contato, negando as acusações e, inclusive, ameaçando tomar providências jurídicas. Em nota enviada à Quem neste sábado, 11, a assessoria do Dr. Renato Kalil afirmou que ele exerce a profissão há 36 anos e é “um dos médicos mais reconhecidos do Brasil”.

Publicidade

O texto também destacou que o médico já esteve à frente de mais de 10 mil partos, todos sem reclamação ou incidente. Diante disso, a nota afirma que o parto da influenciadora ocorreu normalmente, “sem qualquer intercorrência” e que Renato chegou a ser elogiado por Shantal, por meio das redes sociais, após o nascimento de Domênica.

Publicidade

Publicidade