in

Wanessa Camargo desabafa sobre sequestro do tio: ‘O primeiro alvo seria eu, tinham fotos minhas’

A cantora abriu o coração ao falar sobre os momentos de tensão ao lado da família.

UOL

O novo documentário da Netflix envolvendo a família Camargo vem dando o que falar nos últimos dias. A série movimenta o Brasil ao contar a história de Zezé Di Camargo, Wanessa e outros membros de um dos clãs mais conhecidos do país.

Publicidade

O documentário foi intitulado É o Amor, fazendo referência à canção que deixou a família conhecida por todo o Brasil há algumas décadas, e conta várias histórias envolvendo os Camargo, inclusive sobre Wanessa, que abriu o coração a respeito de tensos episódios de sua vida. 

Wanessa apareceu no documentário relembrando o sequestro do seu tio, Welington Camargo, irmão de Zezé e Luciano. O caso aconteceu nos anos de 1998 e a cantora conta que era alvo dos raptores por ser filha do sertanejo.

Publicidade

O primeiro alvo seria eu. Tinham fotos minhas, dos meus horários, só que a ‘sorte’ minha é que eu não tinha um horário fixo. Era difícil me acompanhar”, disse a cantora, ao explicar o motivo de não ter sido levada. “Depois viram o meu pai falar que o Welington era como um filho e foram atrás dele“, continuou Wanessa.

Publicidade

Zilu Godoi, que também aparece na série documental, disse que sua família precisou viajar para fora do Brasil na época por conta do sequestro. Ela e os parentes tiveram que arrumar todas as coisas o mais rápido possível e foram viver em Miami, nos Estados Unidos.

Publicidade

A matriarca conta ainda que o filho Igor, também fruto do relacionamento com Zezé, não queria deixar o pai, considerando que o cantor ficou no Brasil.  Na época, Welington ficou em cativeiro por mais de três meses e os sequestradores cortaram um pedaço de sua orelha.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.