in

Repórter da Record diz sofrer de grave doença e dá detalhes do tratamento experimental no qual é submetido

O repórter André Tal contou, pela primeira vez, detalhes sobre o tratamento experimental que ele realiza em Miame, nos Estados Unidos.

Reprodução: Instagram - Divulgação: Area Vip

Neste final de semana, o Domingo Espetacular transmitiu uma reportagem um pouco incomum, não pelo tema escolhido, mas sim pela forma como o mesmo foi abordado. A reportagem mostrou um pouco sobre um tratamento experimental contra o mal de Parkinson, e quem mostrou tudo foi o repórter André Tal, que sofre com a doença e decidiu se submeter ao tratamento. “Repórter e paciente”, foi destacado na reportagem.

Publicidade

Ao dar início à reportagem, o repórter destacou que falaria sobre um assunto que vinha escondendo há anos. “A partir de agora vou quebrar o silêncio”, destacou.

André Tal é submetido ao tratamento em Miami, nos Estados Unidos, com o médico brasileiro Marc Abreu, especialista em várias doenças degenerativas, como o Alzheimer e a esclerose Múltipla.

Publicidade

O tratamento consiste em uma progressão do mal de Parkinson, assim, restaurando os movimentos afetados pela doença. O procedimento já foi aprovado pelo órgão do governo dos EUA responsável por testes e estudos relacionados à saúde, a FDA.

Publicidade

De acordo com informações da reportagem, o primeiro contato entre André e Marc Abreu aconteceu em setembro, quando o repórter foi designado a entrevistar o médico para o programa JR Mundo. Na ocasião, André Tal manteve segredo e não revelou ser portador da doença de Parkinson.

Publicidade

Tal está na emissora desde 2006 e é o responsável por reportagens especiais e também por apresentar algumas atrações na Record News. E mais, André Tal também já foi o correspondente internacional em Nova York, ocasião em que chegou a cobrir a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.

Publicidade