in

Bolsonaro zomba de ‘crise’ na Globo e sugere vaquinha para ajuda Bonner: ‘Coitado’

O presidente da República ironizou ao sugerir uma vaquinha para ajudar o jornalista após uma suposta redução salarial.

Reprodução/Globo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a tecer críticas à imprensa por causa das manchetes negativas que são divulgadas sobre a sua gestão em meio à pandemia. Vale destacar que por meio de sua tradicional live de quinta-feira o presidente mostra recortes de jornais e prints de sites no intuito de receber notícias que ele julga como inverídicas.

Publicidade

Na última quinta-feira, 2, o chefe do Executivo aproveitou o momento para fazer provocações a sua maior inimiga na imprensa, a Globo, que, vale destacar, vem passando por uma profunda reestruturação financeira. Em referência a emissora carioca, Bolsonaro diz que todas as semanas os “figurões” estão sendo demitidos e outros tendo seus salários reduzidos, fatos que ele ressalta não o deixar feliz.

A falas seguintes de Bolsonaro foram feitas em tom de deboche, já que o presidente segurou o riso ao afirmar que daria início a uma vaquinha para ajudar William Bonner, âncora do Jornal Nacional, da Globo, ressaltando que o jornalista teve R$ 300 mil reduzidos do seu salário mensal, que antes era de R$ 800 mil. “Coitado”, lamentou o presidente.

Publicidade

Vale destacar que ao longo de 2021, a emissora demitiu diversos artistas famosos e, neste corte de gastos, até profissionais que estavam na casa há décadas acabaram tendo seus contratos interrompidos.

Publicidade

Mesmo assim, vale destacar que no caso de William Bonner as informações ainda não são concretas, já que de um lado há rumores de que o jornalista renovou contrato com um aumento do salário, que teria chegado a R$ 1 milhão. No entanto, por outro lado, há boatos afirmando que o âncora do JN também acabou sofrendo uma redução de salário por causa do corte de gastos da emissora da família Marinho.

Publicidade
Publicidade