in

Paulo Betti é acusado de intolerância religiosa após comparar Weverton, do Palmeiras, a goleiro Bruno

O ator foi cancelado nas rede sociais após a declaração polêmica no Twitter.

Reprodução: TV Globo

O ator Paulo Betti recebeu várias críticas nas redes sociais quando comparou o goleiro Weverton, do Palmeiras, com Bruno, ex-goleiro do Flamengo e condenado pela morte de Eliza Samudio. Durante uma fala considerada preconceituosa, o ator reclamou da “falação sobre Deus” no discurso do atleta depois que seu time foi campeão da Libertadores no último dia 27.

Publicidade

Paulo escreveu no Twitter que, ao ver a cena do homem rezando antes do jogo começar, se lembrou de Bruno, que costumava rezar no Maracanã e depois “ia matar a moça e jogar para os cães”.

Na sua declaração, o goleiro que foi tricampeão da Libertadores agradeceu a Deus pela sua vitória com o Palmeiras. Na ocasião, ele disse: “Hoje, diante de tanta adversidade, Deus nos agraciou para que não fique dúvida de quanto ele é bom e nos colocou na história de um gigante. Não é fácil vencer duas Libertadores, estamos felizes por tudo”.

Publicidade

Após fazer críticas às declarações sobre a fé de Weverton, o artista apagou as publicações, pois os internautas fizeram várias críticas a ele. O termo ‘Paulo Betti’ ficou entre os assuntos mais comentados da plataforma, onde os usuários disseram que o ator estava sendo intolerante com a religião do goleiro.

Publicidade

O público resolveu cobrá-lo por uma resposta, e também dizer sobre o quanto ele foi infeliz ao publicar aquilo. Alguns perfis da rede social que apoiam o Palmeiras também se manifestaram contra a declaração.

Publicidade

No entanto, o ator resolveu voltar atrás, pediu desculpa ao goleiro e todos aqueles que se sentiram ofendidos e disse que respeita a fé de todos.

Publicidade