in

Polícia divulga verdadeiro motivo do falecimento de Marília Mendonça e investigação sobre as causas é encerrada

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou, através de entrevista coletiva nesta quinta-feira, a verdadeira causa da morte da cantora.

Divulgação / G1

Na tarde desta quinta-feira (25), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) divulgou, em uma entrevista coletiva, a real causa da morte da cantora sertaneja Marília Mendonça, que faleceu no último dia 05 (sexta-feira), em virtude da queda do avião em que estava enquanto se dirigia à cidade de Caratinga (MG) para realizar um show.

Publicidade

De acordo com a PCMG, Marília foi vítima de um politraumatismo provocado pelo acidente. Além de atestado no laudo da morte da cantora, o politraumatismo contuso também constou no laudo do piloto, Geraldo Medeiros, do copiloto, Tarciso Viana, do produtor Henrique Ribeiro, e do tio e assessor de Marília, Abicieli Silveira Dias Filho, como a motivação da morte dos quatro outros integrantes da equipe que também vieram a falecer no acidente.

O laudo veio do médico-legista Thales Bittencourt de Barcelos. Segundo o médico, o politraumatismo foi consequência do choque da aeronave com o solo. Dessa forma, a investigação acerca da causa da morte da cantora chega ao fim.

Publicidade

Restante das investigações

Publicidade

Entretanto, as investigações que envolvem todo o caso ainda não foram finalizadas, uma vez que o Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais ainda tenta solucionar as questões relacionadas à queda do avião de Marília. Assim, o MPF requisitou o relatório final do acidente para, posteriormente, tomar as medidas cabíveis.

Publicidade

Ademais, o órgão solicitou que, caso seja constatado algum elemento que tenha envolvimento com riscos à segurança aérea, o fato seja informado imediatamente ao MPF, antes do fim das investigações.

Publicidade