in

Lary Bottino, ex-peoa de A Fazenda, vai para balada logo após testar positivo para Covid e pode ser presa

Ex-peoa foi impedida de gravar um programa na Record após receber diagnóstico positivo para doença e, logo depois, foi para festa.

RecordTV / jornal de brasília

Na última quarta-feira (24), a ex-participante da atual edição de A Fazenda, Lary Bottino, foi impedida de participar da gravação de um compromisso na Record News, por conta de ter testado positivo para a Covid-19 em um exame de rotina realizado pela emissora.

Publicidade

De acordo com o jornalista Gabriel Perline, do portal iG, a influencer teria chegado na sede da Rede Record antes das 22 horas. Em seguida, Lary foi submetida ao teste em um dos camarins da emissora. Minutos depois, o resultado do exame foi divulgado, acusando que a influencer estaria infectada pela doença.

Poucas horas depois do teste positivo, Lary foi vista em uma balada ao lado de diversos amigos na cidade de São Paulo. Entre as companhias da influencer, estavam Maju Mazali, ex- participante do De Férias Com o Ex, reality show também estrelado por Lary antes de sua ida para A Fazenda, e Gabriela Pugliesi, também influencer e ex-esposa do modelo Erasmo Viana, peão eliminado do reality da Record na primeira sexta-feira deste mês de novembro (05).

Publicidade

Prisão e multa

Publicidade

Como consequência de seu ato, Lary pode ser presa, de acordo com informações do portal iG, uma vez que, de acordo com o artigo 268 do Código Penal, a ausência da prática do isolamento social após testar positivo ou estar com suspeita de infecção pela Covid-19 é crime. A pena pode variar de um mês a um ano de prisão.

Publicidade

Além disso, segundo a advogada Halyne Marques, a ação está sujeita a multa. Em caso de condenação, a ex-peoa deverá pagar a multa, prestar serviços comunitários e cumprir a pena em regime aberto.

Publicidade