in

Mulher expõe Maradona 1 ano após sua morte: ‘me estuprou enquanto a minha mãe chorava atrás da porta’

A cubana não poupou informações ao relatar o episódio com o atleta argentino.

REPRODUÇÃO/ LA RAZÓN

O jogador de futebol Diego Armando Maradona, ou simplesmente Maradona, foi um dos maiores futebolistas de todos os tempos. Com suas memoráveis performances nos gramados, o atleta, que morreu há pouco mais de um ano, acumulou admiradores em todo o mundo.

Publicidade

Recentemente, o nome de Maradona voltou a ser assunto. Isso porque o atleta está sendo acusado de estupro por uma ex-namorada, a cubana Mavys Álvarez. A mulher relatou detalhadamente o assunto durante uma entrevista.

Maradona tapou-me a boca para eu não gritar, para eu não dizer nada enquanto me estuprava. A minha mãe veio me ver naquele dia e Diego não queria abrir a porta do quarto“, disse Mavys, ao relatar que o jogador não permitiu que a mãe pudesse ver a filha.

Publicidade

A minha mãe continuava batendo e a chorar atrás da porta porque sabia que estávamos ali“, continuou a mulher ao relatar os momentos de tensão que viveu ao lado de Maradona quando tinha 16 anos de idade.

Publicidade

Segundo Mavys, o jogador não abriu a porta até que sua mãe tivesse ido embora. A mulher prosseguiu a conversa, divulgada pelo portal Infobae, dizendo que Maradona tapou sua boca no dia do abuso sexual e a mandava ficar calada para que ela não gritasse pedindo ajuda.

Publicidade

As acusações contra o atleta por parte de Mavys foram feitas em outubro deste ano, mas voltaram a gerar grande repercussão novamente nesta semana depois da entrevista da mulher, que não quis poupar detalhes sobre o pesadelo vivido com Maradona.

O famoso morreu no último dia 25 de novembro na Argentina aos 60 anos de idade O ex-jogador nunca havia mencionado o caso envolvendo Mavys.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.