in

Marília Mendonça tem direito de músicas de sucesso ‘abocanhado’ por empresa

Uma conhecida Fintech do ramo decidiu fazer um alto investimento em algumas músicas de Marília Mendonça.

Instagram/@mariliamendoncacantora

Diversos modelos de investimento surgem a cada ano. Recentemente, uma negociação tem chamado a atenção e ganhado cada vez mais a atração de empresários: os royalties (ou direitos musicais, na tradução livre). Ou seja, da mesma forma que um investidor pode adquirir ações de uma empresa, ele, neste caso, irá adquirir uma parcela de direitos sobre uma canção específica.

Publicidade

Essa compra gera uma receita a cada reprodução nas mais diferentes formas, seja em shows, plataformas de streaming – ou mesmo apresentações na televisão ou ainda no rádio. 

Foi isso que a fintech Hurst Capital decidiu fazer com algumas músicas interpretadas por Marília Mendonça, que estão inclusas nas listas de composições dos musicistas Diego Ferrari e Guilherme Ferraz, autores de diversos sucessos da música sertaneja. Visando diversificar seus ativos, a empresa ‘abocanhou’ os royalties de uma lista de composições feitas pela dupla de compositores e firmou um acordo para ter sob sua custódia um catálogo de obras dos mais diferentes artistas.

Publicidade

Estima-se que sejam, ao todo, 1.704 obras agora sob custódia da financeira. Segundo levantamento feito e apurado pela revista Veja, incluem-se, assim, hits de cantores de renome, como Gusttavo Lima, as duplas do feminejo Maiara e Maraísa e Simone e Simaria, além, claro, da célebre cantora Marília Mendonça, que faleceu no último dia 5 de novembro, em função de uma tragédia aérea. 

Publicidade

Destino da fortuna de Marília Mendonça

Em até 60 dias deve acontecer a abertura do processo de inventário dos bens deixados pela cantora em vida. Como era muito nova, visto que faleceu com apenas 26 anos, Marília não teria preparado um testamento. Advogados especialistas em direito familiar, em contato com o jornal Extra, já indicaram que tudo se encaminha para ser herdado pelo filho Leo, que completará 2 anos em dezembro e ficará sob a guarda compartilhada da avó materna, Ruth Moreira, e do pai, Murilo Huff.

Publicidade
Publicidade