in

De João Paulo a Marília Mendonça: tragédias ceifaram a vida de cantores sertanejos; relembre

A morte de Marília Mendonça, ocorrida no dia 5 de novembro, abalou o Brasil e, sobretudo, o gênero sertanejo.

(Reprodução/Instagram/@mariliamendoncacantora/@cantordaniel)

Marília Mendonça deixou uma legião de fãs e uma carreira no auge dos seus 26 anos. A cantora sertaneja de sucesso além fronteiras faleceu após uma tragédia aérea ceifar precocemente a sua vida. 

Publicidade

Com a morte de Marília Mendonça de forma tão trágica, fica impossível não relacionar a tantas outras ocorridas no meio do sertanejo ao longo dos últimos anos e, ainda por cima, tão recentemente.

Diversos artistas, no auge da sua carreira, tiveram a interrupção da sua vida de forma trágica e, acima de tudo, precoce. 

Publicidade

Relembre cantores sertanejos que tiveram a vida precocemente ceifada

No dia 12 de setembro de 1997, enquanto voltava de um show, João Paulo, que fazia dupla com Daniel, acabou falecendo em um acidente de carro. No auge da sua carreira, o cantor deixou uma legião de fãs e uma vida inteira pela frente.

Publicidade

Um ano depois, em 1998, Leandro, que fazia dupla com Leonardo, acabou descobrindo um câncer em estado avançado. O sertanejo, um dos expoentes da época, acabou falecendo rapidamente naquele mesmo ano, no auge da carreira.

Publicidade

Também em um acidente de carro, desta vez em 2015, Cristiano Araújo acabou tendo sua carreira interrompida, no auge de suas performances, com apenas 29 anos de idade. 

Vitimado por uma tragédia aérea quatro anos depois, em 2019, foi a vez do Brasil se despedir do cantor Gabriel Diniz, autor da música Jennifer, que era um verdadeiro sucesso na época e liderava as paradas musicais por todo o país.

Foi também em um acidente aéreo que o Brasil perdeu Marília Mendonça, com apenas 26 anos. A cantora foi vítima na queda de um avião bimotor que a auxiliava a cumprir a sua lotada agenda de shows.

Publicidade