in

Especialista em sertanejo dispara após morte de Marília Mendonça: ‘não vai surgir outra’

Em entrevista ao jornalista Léo Dias, especialista em sertanejo exalta carreira de Marília Mendonça e afirma que não haverá outra igual.

(Reprodução/Instagram/@mariliamendoncacantora)

A morte de Marília Mendonça já passa de uma semana. A tragédia aérea que vitimou a cantora sertaneja ocorreu no dia 5 de novembro, numa tarde de sexta-feira, quando todos foram pegos de surpresa pela perda de um talento da magnitude de Marília. 

Publicidade

Grande nome do sertanejo, mas principalmente do feminejo que ajudou a consolidar, Marília Mendonça faleceu aos 26 anos, deixando uma legião de fãs, uma carreira sólida e a certeza de ter sido única no meio sertanejo. Ao menos é isso o que acredita o especialista no gênero musical, André Piunti, que concedeu uma entrevista exclusiva ao jornalista Léo Dias, do portal Metrópoles, no YouTube.

A conversa entre Léo Dias e André Piunti foi ao ar na plataforma de vídeos na última sexta-feira (12), contando com diversos assuntos abordados pelo especialista em sertanejo, mostrando as nuances da carreira brilhante de Marília Mendonça.

Publicidade

Especialista afirma que Marília Mendonça é única

Entre os vários assuntos abordados, André ressaltou a importância de Marília Mendonça para a construção do cenário feminino no sertanejo. Segundo ele, os projetos conduzidos pela cantora tiveram um impacto único. “Não vai surgir outra Marília”, disse André, durante a entrevista.

Publicidade

Enquanto isso, comentando sobre as músicas produzidas por Marília, André foi só elogios, ressaltando que as composições eram muito mais do que apenas “sofrência engraçada”. “Ela [a música] tinha coisas pesadas, tensas, tristes”, complementa. 

Publicidade

Por fim, destacou ainda a amizade de Henrique, da dupla com Juliano, com Marília, a quem definiu como “o maior fã e divulgador” da rainha da sofrência. 

Publicidade