in

Justiça determina prisão do ex-O Rappa, Marcelo Falcão; cantor está em turnê nos EUA

Cantor teve a prisão decretada em uma ação movida pela filha, Agatha, de 22 anos, pelo não pagamento da pensão alimentícia.

Divulgação (reprodução UOL)

Na última segunda-feira, 8, a Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão do cantor Marcelo Falcão, conhecido por ser ex-vocalista de O Rappa. Falcão deverá ficar em prisão domiciliar por 60 dias pelo não pagamento de pensão alimentícia.

Publicidade

As informações foram passadas à Splash, por meio de uma nota enviada pelo TJ-RJ. Marcelo Falcão só poderá sair de casa para comparecer a consultas médicas. O pedido de prisão do músico foi expedido na quinta-feira, 11.

O processo, movido pela filha de Falcão, Agatha Cristal Silveira, de 22 anos, já ultrapassa R$ 80 mil. Atualmente, o cantor está em turnê na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. Em sua decisão, o juiz Andre Cortes Vieira Lopes, da 18ª Vara da Família do Rio de Janeiro, destacou estar claro o “descaso do executado em relação ao cumprimento de sua obrigação”  em pagar à pensão alimentícia da filha.

Publicidade

Na ação, o cantor se defendeu, afirmando não ter condições financeiras de pagar a dívida, destacando que o valor que lhe fora estipulado apresenta “flagrante excesso do quanto estabelecido”. Falcão alega que sua carreira artística teve um declínio após o fim da banda na qual pertencia, por isso, ele acabou contraindo dívidas no intuito de alavancar a sua carreira solo.

Publicidade

O cantor descobriu ser pai de Agatha apenas no ano de 2016, quando a menina já estava com 17 anos. Em janeiro daquele ano, Falcão realizou um teste de DNA. Na época, o músico comentou sobre o assunto, dizendo ter descoberto que tinha uma filha, que foi registrada por outro homem que, inclusive, é tratado pela jovem como pai.

Publicidade
Publicidade