in

‘Pegando a perna do vento’: o que significa termo dito por piloto do avião de Marília Mendonça antes da queda

Antes da tragédia que vitimou a cantora e outras quatro pessoas, Geraldo de Medeiros se comunicou.

Correio Braziliense / Instagram Marília Mendonça / Montagem Ghean Fernandes

Em meio as investigações do acidente aéreo que culminou na morte de Marília Mendonça e outras quatro pessoas, o portal O Globo publicou uma matéria noticiando que o piloto da aeronave chegou a fazer quatro contatos por rádio antes da tragédia. Segundo o site, outro piloto que sobrevoava nas proximidades ouviu a comunicação de Geraldo de Medeiros por meio da frequência de rádio local.

Publicidade

De acordo com o profissional, que não quis se identificar, Geraldo de Medeiros fez contato no percurso entre Goiânia e Caratinga, local do acidente. O aviador contou que o piloto do avião de Marília Mendonça repetiu por duas vezes o termo “perna do vento” antes da queda da aeronave.

Na linguagem técnica da aviação, a expressão usada por Geraldo de Medeiros antes da queda do avião significa que o piloto iria iniciar o procedimento de pouso da aeronave, o que deu ao outro piloto a impressão de um voo normal, conforme relatou.

Publicidade

“Ele disse que estava pegando a perna do vento”,  relatou o aviador, que também acabou virando testemunha na investigação do acidente e já prestou depoimento. Em torno de vinte segundos depois do primeiro contato, Geraldo de Medeiros voltou a se comunicar usando da mesma expressão, conforme relatou o aviador. Segundo ele, o procedimento padrão de pouso da aeronave havia sido iniciado pelo piloto que levava Marília Mendonça.

Publicidade

O aviador que ouviu a comunicação do piloto ainda disse que o que foi dito pelo piloto do avião de Marília Mendonça não configurou nenhuma anormalidade, já que os pilotos podem prolongar um pouco o tempo de pouso. 

Publicidade

Por fim, a testemunha contou que ao pousar o avião que pilotava acreditou que a aeronave guiada por Geraldo de Medeiros tinha pousado em solo normalmente. O aviador relatou que soube da tragédia quando seu celular tocou e ouviu sobre a queda da aeronave que estava Marília Mendonça.

Publicidade