in

Compreenda a causa da morte de Cristiana Lôbo aos 63 anos; ela era comentarista política da GloboNews

A jornalista morreu vítima de um mieloma múltiplo, ao qual fazia tratamento há anos.

Reprodução: TV Globo

Após mais de 30 anos de carreira, a jornalista Cristiana Lôbo faleceu aos 63 anos, na manhã de hoje(11). A comentarista política do GloboNews estava internada em São Paulo, tratando um mieloma múltiplo. A doença acabou se agravando e resultando em uma pneumonia.

Publicidade

A notícia sobre a morte da veterana foi dada ao vivo no canal de notícias do Grupo Globo. Bastante emocionada, a comunicadora Leilane informou que a colega de profissão faleceu no Hospital Albert Einstein.

A apresentadora continuou dizendo que Cristiana já estava se tratando há alguns anos. Mas, nesse final de semana, ela precisou ficar internada devido à pneumonia e acabou vindo a óbito. A comentarista estava afastada enquanto se dedicava ao tratamento.

Publicidade

O mieloma múltiplo é um tipo de câncer causado nas células da medula óssea, responsável pela produção de anticorpos que servem para combater vírus e bactérias no organismo. Com a doença, os plasmócitos não são normais e se multiplicam muito rápido, fazendo com que a produção das demais células não funcionem da maneira correta.

Publicidade

Cristiana nasceu na cidade de Goiânia, começou sua carreira ainda no jornal impresso falando sobre a política do Estado, até que foi morar em Brasília para trabalhar no Ministério da Saúde. Passou também pelo Ministério da Educação. Depois de 13 anos foi para o jornal O Estado de S. Paulo. Em 1997, estreou na GloboNews para fazer parte do grupo de comentaristas do canal.

Publicidade

A jornalista deixa o marido, dois filhos e dois netos. Alguns colegas de profissão, políticos e famosos postaram nas redes sociais algumas homenagens para Cristiana.

Publicidade