in

Piloto que levava Marília Mendonça conversou com outro via rádio antes de cair; foi revelado o que ele disse

A artista sertaneja morreu quando a aeronave foi ao chão em uma cidade de Minas.

Divulgação: Jornal Opção

O Brasil está em luto pela morte precoce da cantora Marília Mendonça. A artista, que era dona de uma das maiores vozes da música sertaneja, morreu após sofrer um acidente de avião enquanto viajava para Minas. O trágico episódio ocorreu na tarde da última sexta-feira (05/11) e foi noticiado em praticamente todos os portais e emissoras brasileiros.

Publicidade

Nesta quarta-feira (10/11), o piloto que teve contato via rádio com o piloto que comandava a aeronave em que Marília estava prestou depoimento e relatou detalhes do episódio para as autoridades que investigam o caso.

Tudo aconteceu quando o avião de Marília estava há poucos quilômetros do aeródromo em que deveria pousar. A cantora iria se apresentar em Caratinga, no interior de Minas Gerais, no fim de semana.

Publicidade

Enquanto estava no ar, o piloto responsável pelo transporte da sertaneja, Geraldo Martins de Medeiros Junior, contactou o outro, que também sobrevoava as proximidades. Conforme o profissional, que não quis se identificar, o piloto da cantora disse estar “pegando a perna de vento”. O jargão técnico da aviação significa que ele estava na última etapa do pouso, a reta final para alcançar a pista.

Publicidade

Roni Macedo, Sub-administrador do Aeroporto de Caratinga, acredita que a aeronave de Marília estaria há cerca de 4,8km no momento da queda, o que se calculado em tempo, daria cerca de dois minutos.

Publicidade

O piloto de Caratinga disse que falou para Geraldo que também iria pousar naquele aeródromo, mas apenas em dez minutos. Após essa conversa, os dois não tiveram mais contato pelo rádio.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.