in

Arrombamento do avião de Marília Mendonça, proteção aos bens e tiros: policiais vivem dias intensos

Policias Militares ficaram no local e tiveram trabalho duro para arrombar avião e proteger os bens das vítimas do acidente.

(Reprodução/TV Globo/Instagram/Fotomontagem/Mateus Guimarães)

O avião que transportava Marília Mendonça, de 26 anos, caiu em uma cachoeira, na região do Vale do Rio Doce, em Caratinga, no estado de Minas Gerais. O avião bimotor, que levava a cantora do estado de Goiás para Minas Gerais se chocou com alguns fios de tensão e, logo após, caiu em uma região de difícil acesso.

Publicidade

Na madrugada do dia 6 de novembro, o policial militar Marcio Pereira da Silva estava no local do acidente e precisou dar tiros de borracha para conter um grupo de quatro pessoas que foram até à cachoeira para furtar pertences da cantora sertaneja. A aeronave, que caiu na tarde do dia anterior, contava com diversos objetos, como um violão que pertencia à cantora.

Além da artista, morreram o piloto e o co-piloto do avião bimotor, Geraldo Medeiros Júnior e Tarciso Pessoa Viana, como também o produtor Henrique Ribeiro e Abicieli Silveira Dias Filho, tio e assessor de Marília Mendonça.

Publicidade

Tentativa de furtos de objetos de Marília Mendonça é contida com tiros

A tentativa de furto foi flagrada e registrada em uma ocorrência acessada com exclusividade pela TV Globo, na terça-feira (9). O grupo, que tinha um total de quatro pessoas, foi flagrado pela Polícia Militar.

Publicidade

Segundo a PM, militares permaneceram no local após a queda do avião durante a madrugada, a fim de preservar a cena do acidente. Nisso, quatro pessoas desceram por um acesso vindo de um morro, utilizando lanternas. Os policiais afirmaram que os suspeitos se aproximavam da aeronave, com a intenção de furtar objetos pertencentes às vítimas do acidente.

Publicidade

Após receberem uma ordem de parar com a ação, o grupo não se intimidou e continuou. O PM Marcio Pereira da Silva disparou dois tiros de bala de borracha, fazendo com que os suspeitos fugissem. Não há informações, no entanto, se algum deles foi atingido.

Arrombamento do avião de Marília Mendonça

Em fotos e vídeos acessados com exclusividade pela RecordTV, foi possível ver o esforço dos policiais para conseguir arrombar a aeronave e entrar no interior do avião bimotor. “Não estou vendo ninguém”, disse, inicialmente um dos policiais, até afirmar que viu um braço com tatuagem.

As imagens foram feitas pelo Cabo Rodrigues e o Soldado Gouveia e exibidas no programa Domingo Espetacular. O esforço dos policiais foi fruto de um trabalho intenso ao longo dos últimos dias, desde a queda da aeronave de Marília Mendonça até a retirada dos destroços do local.

Publicidade