in

Britto Jr. critica homenagem à Marília Mendonça e é detonado: ‘Calado é um poeta’

Internautas relembraram passado sensacionalista do ex-apresentador da Fazenda.

REVISTA QUEM - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O final de semana foi palco de diversas homenagens à cantora Marília Mendonça em praticamente todas as emissoras de TV. Já na sexta-feira (05/11), dia da morte da artista, tanto Danilo Gentilli quanto o seu concorrente de horário, o jornalista Pedro Bial, reexibiram entrevistas da cantora em seus respectivos programas.

Publicidade

No sábado, o velório de Marília Mendonça teve ampla cobertura, assim como o seu cortejo fúnebre. Somente o enterro da cantora não foi gravado, porque a família da cantora pediu privacidade. Durante a noite, a artista foi homenageada também no Altas Horas. 

Já no domingo, Marília Mendonça praticamente tomou conta do “Domingão” e do “Fantástico”. No programa de Luciano Huck, a Globo reuniu vários artistas que eram amigos da cantora e eles a homenagearam cantando as suas canções. O jornalista Britto Jr. não gostou nada do tributo e disparou em suas redes sociais: ‘Os programas devem evitar o sensacionalismo barato feito toda vez que ocorrem tragédias‘.

Publicidade

Após o desabafo do jornalista, muitos internautas viram hipocrisia em suas palavras e começaram a lembrar de episódios em que ele participou de alguns sensacionalismos na Record, sua antiga emissora. Uma conta de um fã do ator Alexandre Borges (não foi o ator que escreveu) foi um a primeira a criticar Britto Jr.: “Você era do Hoje em Dia quando a Ana pediu para o sequestrador da Eloá acenar para a câmera?“.

Publicidade

Um internauta afirmou que o ex-apresentador da Fazenda estava “querendo biscoito desde cedo“, enquanto outro disse que ele estava louco, pois a cantora merecia sim a homenagem.

Publicidade

Um dos seguidores mais exaltados comparou o jornalista ao ex-jogador Pelé e disse: “Calado é um poeta“.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com