in

Laudo deve revelar causa da morte da cantora Marília Mendonça; IML toma atitude

Artista de 26 anos morreu na última sexta-feira (5), após avião que a transportava cair no interior de Minas.

Reprodução - Globo

O caso de morte da cantora Marília Mendonça, em uma tragédia aérea que deixou outras quatro vítimas, vem gerando uma forte comoção nacional e tem repercutido amplamente nos últimos dias.

Publicidade

Neste domingo (7), em uma coletiva de imprensa, a Polícia Civil trouxe detalhes sobre os laudos que serão responsáveis por apontar a causa da morte da artista e dos outros ocupantes da aeronave de pequeno porte que caiu na sexta (5), no município de Piedade de Caratinga, cidade vizinha onde a cantora se apresentaria no mesmo dia do trágico acidente. 

Em entrevista à imprensa, o Instituto Médico Legal (IML) relatou que está realizando novos exames, estes complementares, para apurar o que exatamente provocou a morte de todos que estavam na aeronave. Fluidos, sangue, vísceras, tecido e órgãos serão analisados pelos peritos.

Publicidade

Ainda segundo o IML, o prazo para divulgação dos laudos pode demorar até 10 dias. A principal suspeita para a causa da morte de Marília é um politraumatismo, que significa a constatação de vários traumas proporcionados por uma queda brusca.

Publicidade

A expedição do laudo integra o protocolo que apura o acidente. De acordo com informações na Anac (Agência Nacional de Avião Civil), a aeronave estava em situação regular e tinha toda a documentação para realizar táxi aéreo

Publicidade

Marília Mendonça no auge da fama

Retomando os shows após um longo hiato em função das restrições aplicadas em tempos de pandemia, Marília Mendonça tinha o final de semana de apresentações em Minas Gerais. Neste mês de novembro, ela realizaria uma turnê em solo europeu. Antes do trágico acidente, ela chegou a ligar para uma fã e interagiu com seguidores nas redes sociais, compartilhando registros de poucos momentos antes da viagem. 

Publicidade