in

Baterista que trabalhou com Cristiano Araújo e Marília Mendonça chora morte da cantora: ‘Duas vezes não, cara’

Em desabafo, Junior Campi lamentou a morte de Marília Mendonça e relembrou acidente de Cristiano Araújo, em 2015.

Instagram / Reprodução UOL

Nesta sexta-feira (5), o Brasil e o mundo se despediram da cantora Marília Mendonça, que acabou morrendo em decorrência de uma tragédia aérea. A sertaneja viajava em um avião bimotor para cumprir sua agenda de shows, até que a aeronave acabou caindo e provocando a morte de todos os tripulantes.

Publicidade

Pegos de surpresa, amigos, familiares e fãs da cantora lamentaram a triste partida da jovem de apenas 26 anos, que vivia o auge da sua brilhante carreira. Nas redes sociais, homenagens tomaram conta da internet e boas lembranças de apresentações aliviavam a tristeza dos apaixonados pela sertaneja.

Contudo, o caso foi diferente para Junior Campi, diretor musical e baterista de Marília Mendonça, que fez um desabafo emocionante na noite de sexta em seu Instagram pessoal, logo após o anúncio da morte da cantora. “Que dor inexplicável, meu Deus. Duas vezes não, cara. De novo não”, disse, lamentando.

Publicidade

Diretor musical relembra tragédia com Cristiano Araújo

Ao se referir como algo que aconteceu novamente, Junior falava do ocorrido com Cristiano Araújo, cantor sertanejo falecido em 2015, em decorrência de um acidente automobilístico. “Tá doendo demais”, disse o diretor, que trouxe à memória os momentos vividos ao lado de Cristiano e Marília, com quem trabalhou durante anos.

Publicidade

Lamentando a morte da cantora e enlutado com a situação, o diretor musical e baterista de Marília Mendonça pediu por privacidade para lidar com o momento. Agradecendo às mensagens de carinho e força, ele revelou que, no momento, não tem condições de conversar com ninguém e pediu compreensão dos seguidores que o acompanham no dia a dia.

Publicidade
Publicidade