in

Defeito em avião que levava Marília Mendonça foi denunciado seis meses antes do acidente

A denúncia foi arquivada, pois de acordo com a ANAC o problema já havia sido consertado.

GEROUBUZZ/UOL/MONTAGEM

Na última sexta-feira (05), o avião que transportava a cantora Marília Mendonça acabou caindo no interior do estado de Minas Gerais. Infelizmente, a cantora e todos que estavam a bordo na aeronave acabaram falecendo.

Publicidade

De acordo com informações trazidas pela BBC, a aeronave em que se encontrava a cantora já havia sido denunciada por falhas em equipamentos. A denúncia foi realizada há cerca de seis meses, e declarava que o avião possuía falhas no sistema de antiembaçamento do para-brisa. A falha dificultaria pousos e decolagens, contudo, não há indícios que esse problema possa ter causado a queda do avião.

A denúncia contra a PEC Taxi Aéreo, empresa responsável pelo avião, foi arquivada pelo Ministério Público Federal após a ANAC (Agência Nacional de Aviação) afirmar que o problema já havia sido solucionado pela empresa e a aeronave estava apta para voar. O avião envolvido na denúncia e no acidente é um Kingair C90A.

Publicidade

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o acidente ocorreu por volta das 15h30. O avião caiu em uma cachoeira e, inicialmente, a assessoria de Marília Mendonça declarou que a cantora se encontrava bem, mas depois as autoridades envolvidas no resgate trouxeram a trágica notícia.

Publicidade

Marília estava voando para a cidade de Caratinga, interior de Minas Gerais, onde realizaria um show. Antes do acidente a cantora interagiu com os seus fãs e se mostrava muito empolgada por subir novamente aos palcos. 

Publicidade

A Força Aérea brasileira informou que ainda irá realizar investigações para descobrir o real motivo do acidente. O velório da cantora deve acontecer na cidade de Goiânia.

Publicidade