in

Globo contrata advogado e exige responsabilização de quem agrediu repórter na frente de Bolsonaro

O Grupo Globo anunciou ter contratado assistência jurídica na Itália para que o caso de agressão contra Leonardo Monteiro fosse acompanhado.

REPRODUÇÃO/FACEBOOK/JAIR BOLSONARO

Na edição do Jornal Nacional da última terça-feira, 2, foi anunciado que o Grupo Globo vai acionar a Justiça para exigir a responsabilização de quem agrediu o repórter Leonardo Monteiro na frente do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), em Roma.

Publicidade

 O âncora Helder Duarte, que atualmente está substituindo William Bonner no telejornal, já que o mesmo está de férias, afirmou que a Globo contratou serviços jurídicos na Itália para que o caso seja acompanhado.

Monteiro, que foi à Itália para cobrir a visita do presidente ao país, acabou agredido no último domingo, 31, enquanto o presidente Bolsonaro hostilizava os profissionais da imprensa, principalmente aqueles que trabalham na emissora carioca. O repórter contou ter sido agredido com um soco no abdômen, no entanto, ainda não se sabe ao certo se o agressor era um policial ou um segurança particular do líder do Executivo.

Publicidade

Após a repercussão do caso, vários jornalistas, veículos de imprensa e entidades que representam a imprensa condenaram a violência sofrida por Leonardo Monteiro, contudo, até o momento desse publicado, o Palácio do Planalto ainda não havia se pronunciado sobre o caso.

Publicidade

Vale destacar que o ocorrido marca mais um episódio da relação tensa entre o presidente e a emissora carioca. Bolsonaro não poupa esforços para deixar claro que não gosta nada da Rede Globo, mesmo assim, não a ignora, por isso, os ataques são constantes.

Publicidade

Outro fato que também chama atenção na relação entre Bolsonaro e a Globo é que, mesmo deixando claro que odeia a emissora, o líder do Executivo não descarta a possibilidade de conceder uma entrevista exclusiva ao canal. Diferente disso, na verdade, Bolsonaro já tomou a iniciativa para que a entrevista acontecesse. No dia 23 de setembro, em live, o presidente avisou ao Sistema Globo, que caso eles desejassem uma entrevista, ele estava à disposição.

Publicidade