in

Viúva de Kobe Bryant conta que ficou sabendo da morte do marido nas redes sociais

Depoimento emocionante de Vanessa Bryant sobre as primeiras horas depois da tragédia.

Instagram Vanessa Bryant

Vanessa Bryant perdeu seu marido, Kobe Bryant, e uma de suas filhas, Gianna, em um acidente de helicóptero, em janeiro de 2020. Agora, a viúva precisou testemunhar no Tribunal, em um processo judicial contra o condado de Los Angeles, sobre o acidente. Chamada para testemunhar, a viúva da lenda da NBA falou, pela primeira vez publicamente, sobre como ela ficou sabendo da tragédia.

Publicidade

Vanessa Bryant falou sobre os momentos após o acidente

Ryan Young, da Yahoo Sports, compartilhou o testemunho de Vanessa, e como ela foi informada sobre o acidente. A esposa de Kobe estava em casa, com suas duas filhas mais novas, quando um assistente da família bateu na porta e falou sobre o acidente de helicóptero. Porém, inicialmente os rumores apontavam para cinco sobreviventes no acidente, e Vanessa acreditou que seus familiares poderiam estar salvos.

A primeira reação da mulher foi fazer uma chamada para Kobe, que não atendeu. Nesse momento, ela olhou as redes sociais e foi aí que ela ficou sabendo da morte do marido. Ela viu várias notificações sobre a morte de Kobe Bryant.

Publicidade

“Estava segurando o celular porque, obviamente, estava tentando ligar para o meu marido. As notificações começaram aparecendo”, contou Vanessa Bryant, que perdeu o chão, quando leu ‘RIP Kobe’  [Descansa em Paz, Kobe, em português] no seu celular.

Publicidade

Polícia confirmou morte de Kobe Bryant

Depois, Vanessa foi para a esquadra da polícia de Malibu, com Rob Pelinka, do Los Angeles Lakers, buscando saber mais sobre seu marido e sua filha Gianna, de 13 anos. Entretanto, ela ficou sabendo que estavam os dois mortos. A polícia confirmou o que Vanessa mais temia, após ler todas as mensagens nas redes sociais sobre a morte de seu marido e sua segunda filha. 

Publicidade

“A velocidade excessiva com que entrou nas nuvens, o ritmo de descida muito elevado e a rotação para a esquerda eram incompatíveis com o seu nível de treino [do piloto Ara Zobayan]”, está escrito no relatório do acidente, como explicação para a tragédia.

Publicidade