in

Investigação da morte de MC Kevin pode tomar novos rumos por inconsistências no depoimento de Bianca Dominguez

A acompanhante de luxo foi intimada para prestar novo depoimento após ser constatado incoerências na investigação.

Foto: Reprodução/ Instagram @ i_biadominguez

A acompanhante de luxo Bianca Dominguez será intimada para dar novo depoimento sobre a morte de MC Kevin, que aconteceu em maio, após o cantor cair do 5° andar de um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Publicidade

Segundo informações do colunista Leo Dias, a promotoria que está investigando o caso detectou muitas incoerências nas falas de Bianca e, por contar disso, ela terá que prestar novos esclarecimentos à justiça.

A promotoria já encaminhou a intimação para polícia que será entregue na casa da garota de programa esta semana. Em seu primeiro depoimento, dois dias depois da morte do funkeiro, ela disse que passou cerca de seis horas com Kevin.

Publicidade

Ela ainda relatou que conheceu o cantor no mesmo dia da fatalidade, em uma praia na Barra da Tijuca, próximo ao posto 7, perto do hotel em que estava hospedado. De acordo com ela, eles ficaram bebendo em um quiosque na praia e teriam consumido gin, uísque e fumado maconha.

Publicidade

Logo depois, resolveram ir para o hotel, pois estavam muito alcoolizados. Ela ainda disse que acompanhou o MC até seu quarto e que acabou ficando e tendo relações sexuais com o cantor e um amigo dele, MC Victor Elias Fontenelle.

Publicidade

Bianca Dominguez alfineta viúva de MC Kevin e afirma que ela foi traída

A acompanhante de luxo Bianca Dominguez respondeu à Coluna de Leo Dias após ser chamada de prostituta em uma matéria publicada. Na declaração, a garota de programa afirma que não se incomoda e também não fica ofendida por ser chamada de prostituta. Disse ainda que não é culpada pela infidelidade de ninguém e que ela não procura os homens, eles que a procuram.

Ela aproveitou o momento para mandar um recado para a viúva de MC Kevin, Deolane Bezerra: “A cabeça dói, mas tem que aceitar igual dipirona”, alfinetou.

Bianca ainda disse que não se importa com os rótulos da sociedade e afirmou que ninguém se prostitui porque quer ou gosta, mas sim, por algo mais. “Me chamar assim não tira minha honra ou dignidade. Como já falei antes, sei da minha vida e história”, disse a acompanhante de luxo em um trecho do desabafo postado em seus stories do Instagram.

Publicidade