in

Pai de diretora morta por Alec Baldwin em set de filmagem quebra o silêncio: ‘Não tem culpa’

Halyna foi atingida no set de gravações do filme Rust e acabou não resistindo aos ferimentos.

Divulgação (Reprodução UOL)

A morte de Halyna Hutchins, de 42 anos, diretora de fotografia, ocorrida nesta semana, gerou forte comoção e deixou o ator Alec Baldwin, autor do disparo acidental, muito abalado. O artista renomado acabou disparando a arma cenográfica, sem saber que estava carregada, no set do filme Rust.

Publicidade

Em entrevista ao jornal The Sun, neste domingo (24), o pai de Halyna quebrou o silêncio e isentou Alec Baldwin de culpa, apontando os responsáveis pelo triste incidente ocorrido. “Alec Baldwin não tem culpa, a responsabilidade é da equipe responsável pelos objetos de cena, que cuidam das armas”, afirmou Anatoly Androsovych, em contato com o periódico britânico. 

O pai da vítima ainda revelou que o ator entrou em contato com ele e outros familiares de Halyna, dando todo o suporte necessário. Morando na Ucrânia, ele viajou até os Estados Unidos para se despedir da filha, e ficar com o neto, que se mostra bastante abalado pela perda da mãe. 

Publicidade

Homenagens

No último sábado (23), inúmeros estadunidenses se reuniram para realizar uma homenagem à Halyna. A diretoria foi lembrada em uma vigília à luz de vela, no Novo México, estado onde o filme era gravado. 

Publicidade

Além de Halyna, o diretor de cinema Joel Souza também foi atingido pelos disparos acidentais feitos por Alec Baldwin, mas não teve ferimentos mais sérios. Em entrevista após o ocorrido, Souza desabafou e disse estar devastado pela perda trágica da companheira de profissão. 

Publicidade

As gravações do filme Rust foram suspensas após a morte de Halyna e não há uma previsão sobre a retomada da rodagem.

Publicidade