in

Lembra do CQC? É com isso que trabalham os apresentadores hoje em dia

Programa exibido pela Band entre 2008 e 2015, o CQC chegou ao fim por falta de audiência.

Foto: Valeria Gonçalvez / Estadão

O ano era 2008 e a Band estreou em sua programação uma atração num formato que poucos conheciam até então.

Publicidade

O CQC – Custe o Que Custar – era um humorístico jornalístico, que misturava a comédia com assuntos sérios, em quadros que iam desde entrevistas com políticos a um questionário de conhecimento gerais com famosos.

Em pouco menos de 340 episódios, o programa que era ancorado por Marcelo Tas em sua formação original, acabou ganhando as graças do público e tornando famosos humoristas que tinham pouca ou nenhuma expressão na TV até então.

Publicidade

A bancada do programa

O programa era ancorado por ninguém menos que Marcelo Tas. Conhecido por seus trabalhos na TV Cultura, Tas teve destaque desde que deixou o programa em 2014, um ano antes do encerramento oficial da atração no país. Ele apresentou o programa Papo de Segunda, no GNT, trabalhou no SporTV, no Discovery Channel e até o momento é apresentador do programa Provocações, da TV Cultura.

Publicidade

Um dos poucos participantes do programa que resistiu até o término da atração, Marco Luque desde que deixou a Band, vem ganhando destaque na TV Globo, com participações no Altas Horas, Escolinha do Professor Raimundo e no Zig Zag Arena.

Publicidade

O terceiro participante da bancada era Rafinha Bastos. Ele foi excluído da atração em 2011 após uma polêmica com a cantora Wanessa Camargo. Rafinha apresentou programas  na própria Band e também na RedeTV! após deixar o CQC, porém sua carreira na TV não continuou. Hoje, ele trabalha com produções para o YouTube e em standup comedy.

Os repórteres do CQC

Com a saída de Rafinha em 2011, o CQC precisou encontrar uma solução caseira para tapar o buraco deixado pelo ex-participante. Com isso, foi convidado Oscar Filho para assumir a bancada. Ele permaneceu no programa até 2013, quando foi substituído por Dani Calabresa.

O último trabalho de Oscar na televisão foi como parte do elenco do Programa da Maísa, cancelado em 2020. Dani Calabresa, que além de bancada foi repórter por um curto período, deixou a Band em 2015 e foi para a Globo. Lá, participou de várias produções como o Zorra, Tá no Ar, Dança dos Famosos e hoje apresenta o Dani-se, talk-show no canal GNT.

Outro repórter muito famoso da atração é Danilo Gentili. Ele que encabeçava o quadro Proteste Já, deixou o programa em 2011 para apresentar o Agora É Tarde. No momento, é contratado do SBT e apresenta o The Noite.

Mônica Iozzi também foi repórter do programa, entre 2009 e 2013. Migrou para a Globo, onde trabalhou como atriz e apresentadora. Felipe Andreoli, outro nome de destaque do jornalístico, sempre fez sucesso nas coberturas esportivas. Hoje, é apresentador do Globo Esporte.

Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.