in

Luisa Mell afirma que continua sendo ameaçada pelo ex-marido, com telefonemas sem identificação

Nesta segunda-feira, os advogados da apresentadora entraram com um pedido de prisão provisória contra o empresário.

Foto: Reprodução/Instagram @luisamell

Nesta segunda-feira (11/10), os advogados da apresentadora Luisa Mell entraram com um mandado, pedindo a prisão provisória do ex-marido da ativista, Gilberto Zaborowsky. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o pedido tem caráter de urgência e foi enquadrado na Lei Maria da Penha, sendo protocolado na Vara Central da Violência Doméstica Contra a Mulher, no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Publicidade

No pedido, os advogados alegam que é necessário que o ex-marido da apresentadora seja detido para prestar esclarecimentos, além de uma busca e apreensão na sua residência atual. Em entrevista para o jornal, o advogado da digital influencer afirmou que, apesar das medidas protetivas, ela ainda não se sente protegida e acabou tendo que registrar outro Boletim de Ocorrência contra o ex-marido, já que tais medidas não amenizaram a situação entre o ex-casal.

O advogado Angelo Carbone também disse que teme pela vida de Luisa, pois o empresário continua fazendo ameaças, por meio de telefonemas e mensagens sem identificação. No documento, também está registrado ameaças de sequestro, em que o empresário dá indícios de que tem intenção de sumir do país com o filho, Enzo, de 6 anos.

Publicidade

Em depoimento dado a polícia, a apresentadora afirmou ser vítima de agressão e que vivia um relacionamento abusivo. Disse ainda que, apesar de ter saído de casa, a violência não acabou, uma vez que continua sendo atacada pelo ex-marido.

Publicidade

Gilberto também foi procurado para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido e afirmou que irá se defender em juízo das acusações feita pela sua ex-mulher.

Publicidade
Publicidade