in

A Usurpadora: resumo dos capítulos de 11 a 15 de outubro

Paulina ajudará Carlos a ser um presidente e pai melhor e ele tentará se reconciliar após sua mudança em A Usurpadora.

Televisa

A segunda semana da série A Usurpadora está imperdível. Paola cometerá mais crimes na tentativa de sanar erros. Veja agora o resumo de A Usurpadora de 11 a 15 de outubro.

Publicidade

Segunda-feira (11/10)

Emílio pensa que será atacado pelos manifestantes e saca sua arma. Um grande alvoroço se forma no local, com gritos. A segurança presidencial intervém. Paulina, prestes a fugir, intervém e exige que todos abaixem suas armas, pois os manifestantes estão desarmados e não vão lhes fazer nada.

Gonçalo acorda amarrado. Paola bebe e joga na cara do amante o que já sabe. Carlos fica furioso com Emílio e Paulina. Paola e Manuel discutem por telefone. Fernando diz para Carlos que Paola certamente estava saindo para ver o amante.

Publicidade

Manuel faz terror psicológico contra Paulina, dizendo que por ela tentar fugir, ministraram a primeira dose do medicamento que poderá matar Olga. Paola atira em Gonçalo e em seguida recebe uma notícia que muda completamente sua vida.

Publicidade

Terça-feira (12/10)

Paola se livra de Gonçalo. Paola decide retornar ao México. Montserrat e Paulina conversam. Emílio maltrata Paulina. Carlos fica bravo com filho e diz que ele deveria ter gratidão pelo que Paola fez.

Publicidade

Piedade comenta o quanto Paola está mudada. Paola fica tensa quando o avião começa a dar problemas e precisa fazer um pouso de emergência. Teresa confronta Manuel para entender o motivo dele sentir falta de Paola, sendo que ninguém desconfia que é Paulina que está em seu lugar. Fernando Navas aparece na casa de Gonçalo.

Quarta-feira (13/10)

Paola foge de Fernando. Paola liga para Manuel e diz que ela mesma vai matar Paulina. Montserrat comenta com Paulina que Fernando a interrogou de forma bastante rígida. Manuel pergunta a chefe se Gonçalo veio para o México com ela. Paola mente para Manuel e diz que eles terminaram.

Horácio chama Emílio para uma festa. O jovem não aceita e teme ser enviado para um internato. Emílio pensa que Paola, que é Paulina, é a culpada pelas ameaças de Carlos. Paulina conversa com Manuel e pede para falar com sua mãe, além de desejar destrocar de lugar com Paola o quanto antes. Paulina e Paola se reencontram.

Quinta-feira (14/10)

Carlos e Clara transam na sala de reuniões do presidente. Paulina nota que existe algo entre Carlos e Clara. Fernando tenta obter informações sobre Gonçalo. Paola lê uma mensagem de Santiago no celular de Gonçalo.

Irene conversa com Fernando sobre Gonçalo. Carlos decide jantar com Paola e tentar se reconciliar. Paola arma seu novo plano para matar Paulina e dá instruções para Manuel de como será a suposta troca entre as duas.

Fernando segue Paulina. Santiago chega na casa de Gonçalo e encontra Paulina. O traficante se assusta e diz que a mulher deveria estar morta. Santiago decide matar Paulina, pensando ser Paola.

Sexta-feira (15/10)

Santiago aponta uma arma para Paulina e exige saber onde está o carregamento, bem como o paradeiro de Gonçalo. Fernando desarma Santiago. Paola assiste tudo através do acesso às câmeras de segurança em um tablet.

Fernando interroga Paulina. A moça mente e diz que perdeu contato com Gonçalo depois que sofreu o atentado. Paola decide usar Teresa para criar um paradeiro para Gonçalo. Paulina desabafa com a enfermeira.

Fernando conversa com Carlos e conta o que descobriu. Emílio descobre através de uma reportagem que sua mãe tirou a própria vida. Teresa mata Santiago. Após uma discussão calorosa, Fernando Navas beija Paulina.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades