in

Netflix é processada após sucesso de ‘Round 6’ e pode ter que desembolsar R$ 126,2 milhões

A plataforma streaming vem sendo processada por uma das provedoras de internet da Coreia do Sul após o lançamento da série.

Reprodução/Netflix

A série mais comentada do momento é Round 6 que foi produzida pela Netflix e está a caminho de se tornar o maior hit da história do streaming. No entanto, tanto sucesso também pode acabar causando um problema judicial para a Netflix. Isso porque, após o sucesso estrondoso da série, a provedora de internet SK Broadband, da Coreia do Sul, país de origem da produção, decidiu entrar na Justiça devido ao aumento exagerado de tráfego em seus servidores, o que, segundo informações, e estaria sendo causado por pessoas que estão assistindo Round 6.

Publicidade

Na série, um grupo de pessoas corre atrás de um prêmio milionário, isso sem saber o perigo que terão que enfrentar para conquistá-lo.

Na Coreia do Sul, plataformas online como a Amazon, Facebook e a Apple já pagam taxas para provedoras de internet como a SK Broadband devido ao uso de seus serviços, contudo, no caso da Netflix, de acordo om a provedora, os valores que vêm sendo pagos não correspondem ao tráfego gerado aos usuários do streaming, por isso, precisariam de correção.

Publicidade

Diante disso, a provedora de internet decidiu processar a empresa que, vale lembrar, também possuiu outras produções muito famosas, como é o caso de La Casa de Papel e The Crown. Agora, a BK Broadband exige da Netflix uma indenização no valor de US$ 22,9 milhões (R$ 126,2 milhões em moeda brasileira).

Publicidade

Vale lembrar que uma outra polêmica também rodeia o sucesso de Round 6. Isso porque, em uma das cenas, os jogadores recebem um cartão com um número de telefone, número esse que realmente existe e pertence a uma empresária da Coreia do Sul. Após o lançamento da série, Kim Gil-yong, dona do número de telefone, concedeu uma entrevista e, inclusive, revelou algumas das mensagens que estaria recebendo de pessoas que assistiram à produção da Netflix.

Publicidade
Publicidade
Publicidade