in

Após redução, novo valor do salário de Galvão Bueno causa impacto nos corredores da Globo: ‘Um clima terrível’

Uma das maiores estrelas da narração esportiva brasileira amarga uma redução salarial de mais de 80%.

Rede Globo

De acordo com informações reveladas por fontes do colunista Leo Dias, do portal de notícias Metrópoles, uma das maiores estrelas da Rede Globo foi extremamente afetada pelos cortes salariais promovidos pela emissora, que tem tomado medidas drásticas para reduzir custos, como os cortes nos salários e até mesmo demissões em massa de grandes nomes da teledramaturgia.

Publicidade

O principal nome dentre os narradores esportivos do país, Galvão Bueno, tinha um ordenado estimado em R$ 5 milhões por mês, antes da navalhada realizada pelo financeiro da empresa. Hoje, o lendário Galvão amarga uma redução de mais de 80% em seus proventos, recebendo mensalmente uma quantia por volta de R$ 800 mil.

“Vai se criando um clima terrível”, descreveu o colunista. Nos corredores da emissora global, muitos se surpreenderam com a dimensão do corte salarial do que seria uma das maiores e mais respeitadas estrelas da televisão brasileira. Inclusive, o próprio Galvão não teria gostado nem um pouco da alteração.

Publicidade

Em 2021, o locutor, quase uma lenda quando o assunto é futebol no Brasil, completa 40 anos de sua estreia. Quatro décadas sendo a voz não só do futebol, mas também diversos outros esportes.

Publicidade

Além de ser o narrador responsável por dar voz à vitória do Brasil na Copa de 1994, quando a seleção conquistou o tetracampeonato, e de 2002, na conquista do penta, Galvão também marcou na eternidade as vitórias de Ayrton Senna, na Fórmula 1, e do lendário Acelino Popó Freitas, um dos punhos mais pesados do boxe brasileiro.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.