in

Médico Marcos Ferreira comenta sobre os benefícios do uso de polivitamínicos

Especialista destaca que suplementação pode ajudar a prevenir doenças que atacam o sistema imunológico.

Reprodução/Instagram

Há alguns anos, clinicando no norte do estado de Minas Gerais, o médico Fabriciano Marcos Ferreira notou que muitos pacientes tinham queixas parecidas: resfriados, queda de cabelo, fadiga constante, pele seca, insônia, entre outros sintomas relacionados a enfermidades do sistema imunológico.

Publicidade

Diante desta realidade, notou que muitas doenças estavam relacionadas ao baixo nível de imunidade dos brasileiros, tendo em visto a rotina extenuante de trabalho e os poucos cuidados com a saúde.

“Percebi que muitos sintomas que as pessoas sentiam estavam relacionados à imunidade baixa”, comenta o clínico especialista em medicina da família.

Publicidade

Não à toa, a procura por polivitamínicos tem crescido – e não só por pessoas que praticam atividade física.

Publicidade

De acordo com Marcos Ferreira, os polivitamínicos podem ser tomados por pessoas que desejam fortalecer a imunidade e melhorar o funcionamento do sistema nervoso.

Publicidade

Em geral, as fórmulas contam com uma mistura de diversas vitaminas e minerais, que ajudam a prevenir gripes, resfriados e outras doenças que afetam o sistema imune.

A ingestão das capsulas também ajuda a combater os radicais livres, com ação antioxidante e anti-inflamatória.

“Recomenda-se a ingestão de polivitamínicos quando não se consegue obter todas as vitaminas necessárias por meio da alimentação. Infelizmente, isso ainda é bastante comum no nosso país”, comenta Marcos Ferreira.

“A suplementação também contribui com quem pratica esporte regularmente, quando se toma remédio que atrapalha a absorção de vitaminas ou quando se tem alguma doença. Claro, sempre se deve consultar um médico para saber a quantidade necessária”, pontua o especialista.

Publicidade
Publicidade