in

Bonner e Renata mostram Michelle na mira da Justiça e palavra usada chama a atenção

Reportagem da revista Crusoé foi ao ar no Jornal Nacional; MPF vai investigar o caso.

Wikipédia / Reprodução Globo

William Bonner e Renata Vasconcellos levaram ao ar no Jornal Nacional reportagem sobre Michelle Bolsonaro. A primeira-dama será alvo de investigação do Ministério Público Federal. O objetivo do MPF é descobrir se Michelle agiu junto à Caixa Econômica Federal para liberar empréstimos a amigos da família.

Publicidade

O caso foi reportado pela revista Crusoé, que obteve documentos que mostraria Michelle Bolsonaro agindo pessoal para favorecer amigos em empréstimos feito pelo banco estatal. A dona de uma doceria e o dono de uma floricultura, amigos da primeira-dama, teriam sido beneficiados com a ajuda da esposa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Durante a reportagem, uma palavra usada pelo repórter Vladimir Neto chamou a atenção. Trata-se de “PEP”, inscrição que aparecia nos documentos relacionados à Caixa. PEP significa “pessoas exposta politicamente” e referia-se a Michelle.

Publicidade

Bonner e Renata exibem o outro lado no fim da reportagem

Após a reportagem, Bonner afirmou que a Caixa se defendeu dizendo que o processo de empréstimos do Pronamp é feito automaticamente, sem interferência humana. Em seguida, Renata Vasconcellos e Bonner leram as respostas das pessoas citadas na reportagem, como manda a cartilha do bom jornalismo.

Publicidade

O Planalto não respondeu aos chamados da produção do Jornal Nacional e não deu posicionamento da primeira-dama sobre o caso. A investigação do MPF será mais uma que atinge o governo federal em cheio e que foi mostrada ao vivo no principal telejornal da TV brasileira.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!