in

Em desabafo sincero com os fãs, Simone Mendes expõe dificuldade pessoal: ‘Muito lento, sem futuro’

A coleguinha fez um desabafo sincero com os seguidores sobre o processo de emagrecimento.

Divulgação / Metropoles

A cantora Simone Mendes é uma das vozes de grande destaque da música sertaneja feminina na atualidade. Ao lado da irmã, Simaria, as duas são sucesso garantido com o público. Recentemente, a coleguinha concedeu uma entrevista ao programa É de Casa, da Rede Globo, e relembrou um dos momentos mais difíceis de sua trajetória artística.

Publicidade

Simone Mendes recordou a doença da irmã e não segurou as lágrimas. Para quem não se lembra, a coleguinha precisou assumir sozinha a agenda de shows da dupla após Simaria ficar doente. Ela teve tuberculose ganglionar, e o problema de saúde interrompeu a carreira das famosas, já que foi necessário que se afastasse dos palcos para se cuidar melhor na ocasião.

Agora, Simone fez um desabafo e relatou o drama pessoal que tem enfrentado. A morena tem sofrido para conseguir emagrecer. Em processo de emagrecimento, ela tem passado por treinos intensos e resolveu dividir com os internautas a dificuldade que tem para perder peso.

Publicidade

“Muita, muita [dificuldade para emagrecer], porque além do meu metabolismo ser muito lento, sem futuro meu metabolismo, eu tenho uma resistência insulínica que dificulta o emagrecimento, Muita dificuldade”, disse a coleguinha. A artista está tentando emagrecer os quilinhos que ganhou durante a gestação da segunda filha, a pequena Zaya.

Publicidade

A coleguinha deixou claro que não tem feito uso de nenhum tipo de medicação para perder peso. Inclusive, ela deixou claro que tomou as devidas providencias sobre empresas que usaram sua imagem para divulgar remédios milagrosos de emagrecimento.

Publicidade

Retirada do útero

Após alguns meses do nascimento da menina, Simone precisou passar por um procedimento cirúrgico para retirar o útero, devido a um sangramento que não cessava. O médico descobriu uma adenomiose e, como os tratamentos convencionais não tiveram sucesso, foi necessária a cirurgia.

Publicidade
Publicidade