in

Márcio Garcia conta história por trás do beijo em Bolsonaro: ‘Todo mundo merece ser ouvido’

O comunicador comentou sobre o assunto em entrevista ao Conversa com Bial, onde chegou a destacar que nunca terá ‘político de estimação’.

Reprodução/YouTube @Click Brasil Oficial

O apresentador Márcio Garcia surpreendeu ao revelar ter se arrependido do beijo no presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). A declaração foi feita pelo comunicador no Conversa com Bial. Márcio não contou se votou no agora presidente, contudo, deixou claro que o vídeo do momento não repercutiu muito positivamente.

Publicidade

Márcio Garcia disse ser o tipo de pessoa que sempre procura ver o melhor lado de cada um. O comunicador afirmou falar sempre para seus filhos que até as pessoas que acabam presas merecem ser ouvidas. O apresentador ainda aproveitou para dizer que odeia julgar e, mais ainda, condenar as pessoas. Em seguida, citou uma história sua que muitas pessoas devem ter visto, que foi quando ele deu um beijo no líder do Executivo.

Agora, Márcio Garcia afirma que tudo não passou de uma brincadeira, isso por causa de um tema que ainda é tabu nos dias atuais: a homofobia. O comunicador conta que, na época, o agora presidente lhe pediu uma foto e ele respondeu dizendo que só o faria se fosse beijando, contudo, destacou que o político não poderia se apaixonar porque ele já era casado.

Publicidade

Relatando como tudo aconteceu, o comunicador dispara que ele tentou tirar um sarro com Bolsonaro e acabou se dando mal, isso porque o que marcou foi a cena do beijo.

Publicidade

Após contar a história, o comunicador destacou ainda já ter se aproximado de outros políticos, alguns, que ele diz ter até defendido. Contudo, Márcio Garcia diz que o que restou de toda essa história foi apenas a lição de que ele não tem e jamais terá “político de estimação”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade