in

Amores Verdadeiros – Briga de Eduardo Yáñez e o filho teve agressão e insultos: ‘Odeio que tenha nascido’

Ator de Amores Verdadeiros bateu no filho e nunca o perdoou por um problema ocorrido quando o jovem tinha 15 anos.

TVNotas

Em 2017 a briga familiar de Eduardo Yáñez, o Aguiar da novela Amores Verdadeiros, e seu único filho, Eduardo Yáñez Junior, se tornou pública. Ofensas e trocas de acusações em redes sociais e entrevistas passaram a ser corriqueiras.

Publicidade

Meses após a grande briga que culminou com a decisão pública de Eduardo Yáñez de cortar vinculo com o filho para sempre, foi bem tensa. De acordo com Junior, em entrevista ao programa Al Rojo Vivo, da Telemundo, Eduardo o agrediu com uma bofetada após eles discutirem por um assunto do passado. Os dois se ofenderam muito e Eduardo chegou a dizer coisas como “por que nasceu?”, “odeio que tenha nascido” e “por que você não morre”?

O jovem citou as frases dizendo que isso o machucava muito. Meses antes, pouco depois da briga, o jovem chegou a publicar no Twiiter que o pai estava mentindo para a imprensa ao dizer que brigaram por dinheiro, para ficar bem com o público.

Publicidade

O motivo da briga entre Eduardo Yáñez e seu filho

A válvula de escape para o grande embate entre os Yáñez teria sido uma divida de Eduardo. De acordo com outra entrevista de Junior ao programa de TV Primer Impacto, chegou uma notificação para Eduardo pagar uma dívida de 85 mil dólares. Eduardo precisava viajar para fazer uma cirurgia no México e pediu que o filho contratasse alguém para cuidar desse assunto.

Publicidade

Yáñez ficou fora alguns meses e quando retornou, Junior lhe cobrou 2 mil dólares para pagar o profissional que o ajudou a fazer o pagamento da dívida e evitar que as contas do ator fossem bloqueadas e penhoradas. O ator teria reagido da pior maneira e chamou o filho de inútil, o acusando de não fazer nada bem.

Publicidade

Segundo o relato de Yáñez Junior, Eduardo começou a ir para cima dele, furioso, e com receio de que ele o agredisse, acabou o empurrando, mas o ator se desequilibrou e caiu no chão. Eduardo se levantou e foi para cima do filho, ocasião em que o jovem contou que segurou uma cadeira, avisando que iria jogar nele caso tentasse o agredir. Junior lamentou a situação, pois entende que um filho não deve levantar a mão para os pais, mas ameaçou jogar a cadeira para se defender.

Acusação de roubo

Junior declarou que apesar de Eduardo dizer que cortou vinculo com ele por ter sido supostamente roubado, a informação não procede. O jovem admite que utilizou um dinheiro que não devia, aos 15 anos, mas que o pai ficou remoendo isso por anos.

De acordo com informações do filho do ator, Eduardo viajou para gravar uma novela e lhe deixou o cartão de uma conta que seria para ele usar para emergências e futuro, e pediu que não usasse o dinheiro. Sozinho por meses e muito jovem, ele acabou gastando o total de quinze mil dólares após várias compras feitas ao longo da ausência do pai e o intérprete de Aguiar jamais o perdoou, além de ter o agredido e ameaçado mandá-lo embora para viver com parentes na época do ocorrido.

Em agosto, Eduardo declarou em entrevista o programa Confesiones que cortar laços com o filho foi o melhor que poderia ter feito, que não voltará em sua decisão, bem como não tem vontade de conhecer o neto de três anos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades