in

Modelo encontrada desnorteada em favela há um ano passa dificuldade com a mãe e quer retomar carreira

Em entrevista, Eloise Fontes afirmou que modelar está na sua vida e que vê um futuro brilhante pela frente.

Divulgação/IstoÉ

Na terça-feira, 21, a modelo Eloisa Fontes, que foi encontrada desnorteada em uma favela no Rio de Janeiro no ano passado, completou 28 anos. Atualmente, Eloisa, que já fotografou para grandes grifes da Europa, vive com a mãe em um sítio localizado em Piranhas, Alagoas. Segundo informações divulgadas pelo jornal Extra, elas enfrentam dificuldade financeira.

Publicidade

De acordo com informações passadas pela família da modelo, a mãe da modelo, Luciene, recebe uma renda de auxílio-doença, no entanto, o valor não é suficiente para arcar com os custos dos remédios de Eloise e as contas básicas da residência. Diante da situação, Samoel Fontes, irmão mais novo da modelo, é o principal suporte da mãe e irmã.

Em conversa com o jornal Extra, Eloisa Fontes afirma que pretende retomar a sua carreira como modelo. “Modelar está nas minhas veias”, disse ela destacando ser uma ótima profissional.   

Publicidade

Vale lembrar que a jovem passou por momentos complicados e ficou internada em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos por sete meses. Hoje, a modelo diz esperar um “futuro brilhante” pela frente, isso destacando que “nasceu de novo”. Eloisa ainda diz sentir como se a sua vida tivesse acabado de começar.

Publicidade

Durante os sete meses internada, ela conheceu muitas pessoas que perderam tudo por causa das drogas e afirma que não quer mais vivenciar essa situação.

Publicidade

Em outubro de 2020, Eloisa foi encontrada desorientada em uma comunidade no Rio de Janeiro, após ter ficado desaparecida por um ano. Descoberta aos 17 anos, ela chegou a fazer campanha para grandes grifes como a Dolce & Gabanna. Ela também já foi capa de revistas como Elle Glamour e Grazia.

Publicidade
Publicidade