in

Brad Pitt processa Angelina Jolie por tentar vender ações de vinícola avaliada em R$ 164 milhões

O ator acusa a ex-mulher de tentar vender suas ações em uma propriedade do casal para prejudicá-lo.

Instagram Queen Angie

Um dos ex-casais mais famosos de Hollywood, Angelina Jolie e Brad Pitt ficaram juntos por 11 anos e tiveram seis filhos durante o casamento, sendo três filhos biológicos e três adotivos. O casamento entre os atores chegou ao fim em 2016, mas não parou de estampar as notícias por causa das brigas judiciais envolvendo o ex-casal. 

Publicidade

Em mais uma briga judicial, Brad Pitt entrou com novo processo contra Angelina Jolie e acusou a ex-mulher de tentar deixá-lo de fora de uma acordo financeiro, que buscava vender as ações pertencentes a atriz da vinícola Chateau Miraval. O casamento dos dois foi realizada no famoso imóvel, que está avaliado em cerca de 164 milhões de dólares. 

Segundo informações do jornal “Daily Mail”, o ator alegou no processo que a ex-mulher está tentando prejudicá-lo ao vender sua parte das ações na propriedade, utilizando sua empresa Nouvel para executar tal ação.

Publicidade

O imóvel em questão é propriedade da empresa Quimicum, que possui atualmente 50% das ações para a empresa Mondo Bongo, que pertence à Brad Pitt, e os outros 50% pertencem à Angelina Jolie. Inicialmente, o ator possuía 60% das ações dos imóveis, mas transferiu 10% de suas ações para a ex-mulher em 2014.

Publicidade

Autos do processo

Ainda segundo Daily Mail, o processo judicial alega que a transferência de 10% feita por Brad Pitt é nula, já que as ações foram “vendidas” por apenas um euro e sendo utilizado apenas para transferência de propriedade. Além disso, o ator afirma que a ex-mulher tem tentado lucrar com a propriedade, aproveitando a quantidade incrível de dinheiro que Brad investiu na vinícola.

Publicidade

O ator também menciona a atuação da empresa Nouvel nos últimos anos e afirma que a empresa atrasou sistematicamente a aprovação das contas anuais, além de prejudicar na renovação do gestor do local. A defesa acredita que o objetivo de Angelina Jolie é vender seus 50% de participação na propriedade e contornar o direito de preferência de compra do ex-marido, se aproveitando de um investimento da empresa de Brad Pitt.

Atitudes Vingativas

Segundo informação de uma fonte do Daily Mail, todas as decisões tomadas pela empresa Nouvel fazem parte do plano de Angelina Jolie, que tem tomado atitudes constantemente vingativas contra o ex-marido após o divórcio.

Além disso, a fonte também afirma que o acordo tentado pela empresa é mais uma tentativa da atriz de tentar burlar as regras e evitar suas obrigações nas propriedades do antigo casal.

Publicidade
Publicidade