in

Contrato rompido, doença rara e condições insalubres: últimos anos de Marina Miranda foram de partir o coração

O drama da humorista, que faleceu na última segunda (20), foi exposto em rede nacional.

REPRODUÇÃO/GLOBO

Uma das grandes pioneiras do humor brasileiro, a comediante Marina Miranda faleceu na noite da última segunda-feira (20/09) prestes a completar 91 anos. A artista lutava contra o Mal de Alzheimer e também outras comorbidades, como uma tuberculose mal curada e infecção urinária.

Publicidade

Marina Miranda foi estrela de grandes programas humorísticos da Rede Globo, como o Balança Mas Não Cai, em que fazia dupla com o também humorista Tião Macalé, Os Trapalhões e a Escolinha do Professor Raimundo. Um dos seus últimos trabalhos na emissora foi na extinta Zorra Total.

Após perder o trabalho na Globo, a humorista começou a passar sérios problemas financeiros. Em 2006, Marina Miranda expôs o seu drama no programa da Sônia Abrão, quando afirmou que não tinha dinheiro nem para pagar o condomínio. Após o drama da atriz ser revelado, alguns diretores da Record se comoveram com a situação e deram a ela um contrato vitalício.

Publicidade

Na nova emissora, Marina Miranda fez as novelas Prova de Amor e Os Mutantes. No entanto, depois de algum tempo, a atriz descobriu que seu contrato não era tão vitalício assim. Ao chegar para trabalhar, a humorista levou um susto ao saber que estava havendo uma reformulação na RecordTV e que ela estaria sendo demitida.

Publicidade

Recentemente, uma de suas filhas denunciou que Marina Miranda estava vivendo em condições insalubres. Sylvia Miranda acusou sua própria irmã, que estava abrigando a mãe no meio de um ‘lixão’. A atriz já estava com Alzheimer nessa época e um juiz determinou que ela fosse transferida para o Retiro dos Artistas.

Publicidade

Com o avanço da doença, a atriz terminou seus últimos dias internada no Hospital Municipal Miguel Couto, no bairro do Leblon, na cidade do Rio de Janeiro, onde chegou pesando cerca de 40 quilos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com