in

Luisa Mell volta a desabafar sobre lipoaspiração feita sem seu consentimento: ‘Ainda choro quando me olho’

A ativista usou as redes sociais para falar sobre a dificuldade em perdoar quem lhe fez mal.

Instagram | Luisa Mell

Na última quarta-feira (15), a ativista Luisa Mell usou suas redes sociais para desabafar sobre a violência médica que sofreu no ano passado. De acordo com o site Metrópoles, Luisa, de 42 anos, refletiu sobre o “Dia do Perdão”, praticado pelo judaísmo, denominação a qual segue. A apresentadora afirmou que era muito difícil praticar o perdão diante de todo o mal sofrido por ela.

Publicidade

Em dezembro do ano passado, Luisa realizou um procedimento estético com seu dermatologista de confiança. Em entrevistas, ela revelou que o médico prometeu realizar um procedimento sutil com o uso de laser, mas acabou realizando uma lipoaspiração em sua axila sem o seu consentimento.

A ativista da causa animal contou que o procedimento havia deformado o seu corpo, deixando cicatrizes e queimaduras. Na publicação da última quinta-feira (15), Luisa contou que ainda não superou a violência médica sofrida, e que, até hoje, os médicos não descobriram uma solução para o seu caso.

Publicidade

Tive o ano mais triste da minha vida. Ainda estou lutando para sobreviver ao horror que me fizeram. Como vou conseguir perdoar se ainda dói tanto? Se ainda choro quando me olho? Destruíram meu amor próprio“, desabafou a ativista através de seu Instagram. Luisa disse, ainda, que perdoar era uma tarefa difícil, mas que vinha tentando praticar.

Publicidade

Publicidade

Nos comentários da publicação, a ativista recebeu mensagens de carinho e apoio de fãs e seguidores. Luisa ganhou grande notoriedade nas redes sociais ao defender veementemente os direitos dos animais. Atualmente, ela conta com quase 4 milhões de seguidores em seu Instagram.

Publicidade