in

Pâmella Holanda recomeça vida nas redes sociais após dois meses das denúncias contra DJ Ivis

A influencer digital contou detalhes da nova vida em entrevista para o jornal Metrópoles.

Reprodução/Metrópoles + Instagram de Pamella Holanda

Pâmella Holanda, ex-mulher do DJ Ivis, voltou a falar sobre as agressões sofridas durante uma entrevista para o jornal Metrópoles, após quase dois meses das divulgações das imagens em suas redes sociais. Além disso, a digital influencer contou detalhes de como conseguiu dar o pontapé inicial na sua nova vida e como tem sido sua rotina com a filha.

Publicidade

A influencer começou contanto que viveu um verdadeiro inferno após expor o relacionamento abusivo vivido com o cantor Iverson de Souza, sendo expulsa da casa em que morava com o ex-marido e sua filha de apenas 9 meses. Ela ainda contou que precisou lidar também com as ameaças de morte recebidas dos fãs do famoso, tendo que aprender a conviver com o medo.

Antes mesmo de ser preso, o DJ já havia deixado Pâmella e a filha recém-nascida sem nenhum dinheiro e agora elas estão impedidas judicialmente de morar na casa que moravam. Além disso, a influencer contou que assumiu todos os custos com a filha desde a prisão do cantor, e não recebeu nenhuma ajuda financeira de ninguém, nem mesmo após a Justiça decidir que o músico teria que pagar os provisórios da filha até sair a pensão alimentícia.

Publicidade

Decisão de voltar a trabalhar nas redes sociais

Devido aos problemas financeiros, Pâmella contou que enxergou nas redes sociais a oportunidade de gerar a própria renda e conseguir seguir sua vida ao lado da filha, conseguindo se mudar pra um apartamento e dar um pontapé inicial na nova vida.

Publicidade

A jovem ressaltou que graças aos trabalhos nas redes sociais conseguiu comprar as coisas para ela e sua filha, além de se mudaram para um local onde podem ter paz novamente.

Publicidade

Inspiração para denúncias de relacionamentos abusivos

Para terminar a entrevista, Pâmella Holanda reafirmou a necessidade das mulheres denunciarem os abusos sofridos, sejam eles físicos ou psicológicos. A influencer ressaltou que somente denunciando as agressões é possível enxergar uma luz no fim do túnel e espera que seu caso siga de inspiração para mulheres que sofrem diariamente com este tipo de abuso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade