in

Brad Pitt abre fogo contra Angelina Jolie: ator tem provas contra a ex

Processo sobre a guarda dos filhos teve nova decisão, que não agradou a Brad Pitt.

Instagram Queen Angie

Angelina Jolie conseguiu a custódia total de seus filhos, recentemente, mas Brad Pitt estaria contestando a decisão do tribunal. De acordo com o portal HollywoodLife, o ator, de 57 anos, está pedindo uma segunda análise em seu processo, invocando “um erro administrativo”. Pitt deve apelar para a Suprema Corte da Califórnia, continuando sua ‘guerra‘ contra a ex-mulher, Angelina Jolie, sobre a guarda de cinco dos seis filhos do casal.

Publicidade

Decisão de guarda compartilhada por Angelina Jolie e Brad Pitt foi revertida

Maddox, de 20 anos, aparece fora da batalha judicial, por ser maior de idade. Os restantes cinco filhos do casal se encontram envolvidos nesta disputa judicial, entre seus famosos pais. Pax, de 17 anos, Zahara, de 16, Shiloh, de 15 e os gêmeos Vivienne e Knox, de 13, estão no centro de toda esta polêmica, que vem se prolongando desde a separação do famoso casal de Hollywood, em 2016.

Na decisão anterior, o juiz John Ouderkirk havia concedido guarda compartilhada das crianças para Brad Pitt e Angelina Jolie. Porém, a atriz de ‘Lara Croft’ conseguiu o afastamento do juiz, alegando que ele era demasiado próximo de seu ex-marido. A artista considerou que ele poderia ter tomado parte por Brad Pitt, de quem ele tinha relação de amizade. 

Publicidade

Afastamento de juiz dá vitória para Angelina Jolie

Então, com o afastamento do juiz John Ouderkirk, em julho de 2021, a atriz logo tomou dianteira neste processo e, mais tarde, ela recebeu a guarda das crianças. Agora, é Brad Pitt quem está contestando o afastamento do juiz. De acordo com o HollywoodLife, o vencedor do Oscar e sua equipe jurídica apresentaram no dia 31 de agosto um protesto no Tribunal, argumentando que Angelina Jolie recebeu injustamente a custódia total de seus cinco filhos menores. Novos documentos legais foram apresentados e adicionados no processo, agora em uma possível revisão. 

Publicidade

“Estamos buscando revisão na Suprema Corte da Califórnia porque o juiz temporário, que foi nomeado e repetidamente renovado por ambos os lados (juiz John Ouderkirk) foi indevidamente desqualificado após fornecer uma decisão de custódia detalhada e baseada em fatos, após um longo processo legal com várias testemunhas e especialistas”, falou o advogado de Brad Pitt, Theodore J. Boutrous Jr., em declarações ao HollywoodLife.

Publicidade

Em maio de 2021, o juiz John Ouderkirk decidiu pela guarda compartilhada, mas com sua desqualificação em julho, sua decisão foi eliminada. Então, esse afastamento do juiz foi uma grande vitória para Angelina Jolie. E que Brad Pitt não está aceitando, argumentando que foi uma decisão “perigosa” tomada devido a um “erro administrativo”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade