in

Dreno no pulmão, queda do leito e coma: viúva de Chico Anysio expõe imagens fortes de sua luta contra a Covid

Malga di Paula foi internada no dia 27 de junho e, desde então, travou uma longa batalha contra o vírus.

Extra Online / Metrópoles

No dia 27 de junho deste ano, Malga Di Paula, viúva do eternizado humorista Chico Anysio, precisou ser internada no Hospital das Clínicas de Passo Fundo, localizado na região Norte do estado do Rio Grande do Sul. Segundo a empresária, o início dos sintomas se deu três dias antes do diagnóstico positivo para a doença.

Publicidade

Após a internação, Malga iniciou uma longa luta contra a doença, que durou, aproximadamente, dois meses. Após receber alta e se recuperar em sua própria residência, a viúva de Chico Anysio resolveu, assim, compartilhar fotos de momentos tensos de sua internação.

De acordo com a empresária, sua iniciativa foi com o intuito de conscientizar mais pessoas sobre a gravidade da doença: “Resolvi expor toda a minha saga para que você entenda a gravidade desta pandemia. Eu sobrevivi à Covid-19, mas a batalha foi extenuante“, contou Malga, em sua página da web.

Publicidade

Publicidade

Em sua longa e dura batalha contra o vírus, Malga enfrentou, junto à sua intubação, 21 dias em coma. Além disso, a empresária caiu do leito onde estava intubada e sofreu com crises de falta de ar, que a obrigou a usar máscaras respiratórias, e, ainda, precisou ter drenos instalados em seu pulmão.

Publicidade

Para se alimentar, a viúva de Chico Anysio precisou receber uma cânula gastronômica e, como resultado das “picadas” de agulha que precisou receber, teve diversos hematomas em seu corpo. Enquanto estava no hospital, após uma melhora em seu quadro de saúde, Malga iniciou a fisioterapia e já conseguia fazer exercícios no próprio leito da unidade de saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade