in

Cantor contrário à vacina se arrepende antes de morrer de Covid: ‘Eu meio que era ignorante’

Antes de morrer vítima da doença, o cantor se arrependeu por não ter tomado a vacina contra o coronavírus por ser “meio ignorante”

Reprodução/Facebook

O cantor Marcus Birks, do duo The Chameleonz, morreu vítima da Covid-19 recentemente. Conhecido ter posicionamento contrário à vacina, Birks se arrependeu pouco antes de morrer.

Publicidade

Birks, que tinha 40 anos, acreditava que já estava imune à Covid-19, isso porque ele praticava esportes cinco vezes por semana. Contudo, vale destacar já haver pesquisas afirmando que ninguém está imune a doença apenas por um bom condicionamento físico. Mesmo assim, o cantor não acreditava muito nisso.

Antes de morrer, enquanto estava internado, Birks concedeu uma entrevista à BBC, aonde chegou a comentar sobre o seu arrependimento. O cantor contou que, quando a pessoa não ficou doente, ela acaba achando que não vai ficar, contudo, pede para que todos o ouçam. Em seguida, ele ressalta que a pior sensação do mundo é quando você sente que não está mais conseguindo respirar o suficiente.

Publicidade

“Eu meio que era ignorante”, destacou o cantor ao relatar ter adiado a sua vacina. Contudo, após pegar a doença, ele ressaltou que a primeira coisa que iria dizer a todos que encontrasse era “tomem a vacina”. Após mudar sua opinião, o cantor disse que tomaria a vacina assim que tivesse oportunidade, o que acabou não acontecendo devido a sua morte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade