in

Sikêra Jr. chamado às pressas; coube a ele tentar ‘salvar’ RedeTV, após greve geral dos funcionários

Na tarde desta segunda-feira, 30 de agosto, funcionários da RedeTV confirmaram que entrariam em greve a partir da meia noite de hoje.

Reprodução: Rede TV

Em assembleia realizada na tarde desta segunda-feira, 30 de agosto, funcionários da RedeTV confirmaram que entrariam em greve a partir da meia-noite de hoje.

Publicidade

De acordo com o Sindicato de Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, funcionários da emissora estão há quatro anos sem receber reajuste salarial. Esta é a segunda greve geral. A primeira ocorreu em 2019, quando a emissora decidiu proibir que funcionários realizassem horas extras.

Ao “Uol”, a RedeTV! falou sobre a greve. “A RedeTV! lamenta que o Sindicato tenha realizado assembleia na qual não estava presente a maioria de seus milhares de colaboradores para decretar o estado de greve. Isso prejudica o trabalho dos demais colaboradores que não concordam ou apoiam tal movimento”, disse a emissora em nota.

Publicidade

Sikêra Jr. é “convocado” para tapar buraco na programação

Para cobrir o rombo que a greve provavelmente já está causando à emissora, o programa Alerta Nacional foi reprisado na manhã de hoje. Coube então a Sikêra Jr. tentar reverter o cenário de crise, mas não deu certo. De acordo com prévias da audiência em São Paulo, a emissora de Amilcare e Marcelo não saiu do zero.

Publicidade

O assunto se tornou um dos mais comentados na manhã de hoje no Twitter. “Não se preocupe. Mesmo com a greve dos funcionários da RedeTV, ninguém vai perceber porque o canal não tem audiência nenhuma”, disse um internauta. “Já caiu o sinal da RedeTV? Espero que sim. Paga seus funcionários, caramba! Bolsominion raiz. Caloteiro!” disse outro.

Publicidade

Marcelo de Carvalho se pronuncia após greve geral na RedeTV

Marcelo de Carvalho, um dos donos da emissora, usou seu perfil no Twitter para criticar a greve.

“Lamentável herança de Getúlio Vargas, punhado de sindicalistas dizendo representar nossos milhares de funcionários declara estado de greve. Como todos sabem, emissoras demitiram até artistas ícones nacionais na pandemia. Ao contrário, a RedeTV não demitiu ninguém, contratou. Mesmo nesse período que impactou fortemente o setor, estreamos muitos programas e formatos novos. Todos os funcionários estão com seus salários absolutamente em dia, evidenciado pelo fato que isso, nem o “ sindicato” conseguiu criticar. Seguiremos produzindo, e provendo segurança para a imensa maioria dos colaboradores que seguem trabalhando,produzindo conteúdo, informação, entretenimento.”

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.