in

Presidente de fundação relaciona Maju Coutinho a ‘preto de coleira’ após reportagem no Fantástico, diz site

Sérgio Camargo foi acusado pela reportagem do Fantástico de fazer ataques racistas contra funcionários.

Reprodução/Diário da Manhã

Neste domingo (29), o Fantástico transmitiu uma reportagem sobre o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo. Trechos da notícia do programa mostraram ofensas racistas do presidente contra pelo menos 16 servidores e ex-funcionários da entidade. 

Publicidade

Reportagem do Fantástico contra Sérgio Camargo

A reportagem do Fantástico expôs supostos ataques realizadas pelo presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo. Ele é acusado por funcionários da fundação de humilhar e causar terror psicológico na entidade.

Entre as frases mencionadas pelo acusado estariam: “Negro de esquerda é burro”, “Máquina zero obrigatória para a negrada” e “A escravidão foi terrível, mas benéfica para os descendentes”.

Publicidade

Segundo a notícia, as investigações contra Sérgio se iniciaram após algumas denúncias realizadas pelo movimento negro no país. Desde que o presidente assumiu o seu cargo, ocorre uma pressão para ele deixar o posto.

Publicidade

Sérgio Camargo ataca Fantástico e Maju Coutinho, diz site

Após a reportagem do Fantástico vir à tona, segundo o portal Metropoles, Sérgio Camargo teria utilizado suas redes sociais para realizar algumas críticas ao programa e acabou sobrando até para Maju Coutinho. Através de seu perfil Twitter, ele teria dito que a notícia do Fantástico era completamente canalha e mentirosa, porém que o fortalecia.

Publicidade

Além disso, Sérgio teria afirmado em seu post:“Não sou um preto de coleira. Não sou como a Maju”. Alguns minutos depois, ele teria apagado a sua publicação. Logo em seguida, o presidente da fundação respondeu um comentário de outro seguidor criticando novamente a reportagem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade