in

Jornalista da Globo sofre racismo e utiliza rede social para denunciar

O jovem foi alvo de ofensas racistas e desabafou nas redes sociais sobre o ocorrido.

Reprodução/TV Globo

O jornalista Pedro Lins, apresentador da 1ª edição na TV Globo Nordeste, utilizou suas redes sociais nessa quinta-feira (26) para denunciar ofensas racistas que sofreu recentemente. Segundo o jornalista, uma pessoa perguntou o que precisava ser feito para que a Globo não colocasse mais pessoas como ele, ‘pretinhos’, para apresentar os jornais da emissora. 

Publicidade

Pedro postou um vídeo em suas redes sociais para falar sobre o assunto e recebeu o apoio de seus seguidores. O vídeo já ultrapassou a marca de 380 mil visualizações no Instagram, além de dezenas de comentários de apoio ao jornalista.

O jornalista aproveitou a publicação para rebater o questionamento e afirmar que o objetivo do vídeo era dizer que todas as pessoas que passam por essas ofensas não estão sozinhas. Além disso, revelou a resposta dada à pessoa racista e disse que não está ali por sorte, mas sim por muito trabalho duro e competência. 

Publicidade

Publicidade

Pedro continuou dizendo que o preconceito é uma ação onde a falta de virtude acaba prevalecendo na atitude de um ser que não tem coração, pensando que é melhor que o outro ou que tem mais capacidade baseando somente na cor da pele. Ele ainda questionou o motivo de tanto desamor e tanta arrogância, já a pele é somente uma carcaça e somos todos iguais por dentro.

Publicidade

Vários colegas de profissão aparecerem na rede social de Pedro para declarar seu apoio ao jornalista, condenando a atitude racista. A jornalista Sabrina Rocha afirmou que o espaço ocupado pelo jornalista é totalmente legítimo, valioso e necessário, dizendo que está muito orgulhosa de todo o trabalho feito pelo colega.

Publicidade
Publicidade