in

Ex-jogador Fábio Jr. diz ter feito ‘distrato informal’ e nega acusação de calote feita por Eduardo Costa

Fábio conta que nunca chegou a ‘pisar no imóvel’ e que tinha feito um distrato ‘de boca e informal’.

UOL

O ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Fábio Júnior teve o seu nome envolvido em uma acusação de calote feito pelo cantor Eduardo Costa. A informação trazida pelo sertanejo e replicada em diversos portais dizia que o cantor pede R$ 1 milhão de multa por conta do não pagamento de uma casa no valor de R$ 10 milhões.

Publicidade

Em entrevista ao portal Splash, Fábio Júnior desmente essa afirmação trazida pelo cantor. Além disso, o renomado ex-atleta, que hoje atua como comentarista da Globo Minas, diz que foi pego totalmente de surpresa com essa notícia.

Fábio, que teve passagens por grandes clubes brasileiros, como Atlético Mineiro, Cruzeiro e Palmeiras, atuando também fora do país no Roma, revela que nunca nem se quer pisou na mansão e que, na verdade, realizou um distrato com Eduardo. Segundo ele, após ter assinado o contrato, descobriu com os seus advogados problemas judiciais referentes ao imóvel e preferiu não seguir a diante com a compra. “Achei que estava tudo bem. Se eu tivesse feito um distrato formal, na Justiça, não estaria passando por isso“, revelou o ex-atleta.

Publicidade

Antes de procurar a Justiça, Fábio disse que quer uma conversa com o sertanejo para resolver qualquer desentendimento. “É muito forte falar isso, né? Chamar de caloteiro. Fui pego de surpresa com essa notícia do processo, achei que estava tudo certo”, declarou o comentarista global que se sente injustiçado com a situação já que não houve intenção alguma de causar confusão com o cantor.

Publicidade

O caso foi parar na 21ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Ariane

Formada em pedagogia em 2011, atuo como redatora desde 2015. Produzo conteúdo sobre o que sou fã. Séries, músicas e tudo que envolve o mundo pop.