in

Filho de Sérgio Reis anuncia decisão após cantor se envolver em grande polêmica: ‘Não tive escolha’

Sertanejo foi o assunto das redes sociais no último final de semana após vazamento de áudio.

UOL

Figura bastante renomada na música sertaneja, o cantor Sérgio Reis se envolveu em um episódio polêmico após um áudio dele vazar. No trecho que viralizou, o artista aparece fazendo comentários antidemocráticos e tom ameaçador aos ministros do STF.

Publicidade

Diante de toda a repercussão negativa do caso, o cantor acabou entrando em um quadro de depressão, e viu boa parte dos convidados para a gravação de um novo projeto, declinarem da participação após o episódio.

Em entrevista ao portal UOL, o filho do sertanejo, Marco Bavini informou que o álbum que seria gravado com outros músicos foi cancelado. Nomes como Zé Ramalho, Guilherme Arantes e Maria Rita deixaram o projeto, e somente Paula Fernandes mostrou desejo de seguir 

Publicidade

Parei o trabalho. Eu que gravei, escolhi o repertório e vinha produzindo há muito tempo, inclusive. Meu mundo é musical e o trabalho saiu desse ambiente. Então parei o projeto. Não tive escolha“, desabafou o filho de Sérgio Reis.

Publicidade

Segundo ele, muitos artistas entraram em contato após o áudio viralizar para informar que não gostariam mais de participar do disco.

Publicidade

Entrevista

No último final de semana, Sérgio Reis concedeu uma entrevista ao jornalista Roberto Cabrini para o “Domingo Espetacular”. Arrependido, o artista pediu desculpas aos brasileiros e aos ministros que se sentiram ofendidos pelo áudio vazado. O cantor ainda se colocou à disposição da Justiça, e classificou a pessoa responsável por vazar o conteúdo com declarações dele como “amigo da onça”. 

No trecho em que viralizou, o cantor sertanejo aparece convocando uma greve nacional de caminhoneiros para protestar contra os ministros do STF. Após a repercussão, mandado de busca e apreensão foram cumpridos na residência do artista. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade