in

Justiça toma decisão sobre pedido de Andressa Urach; ela quer parte do faturamento da Igreja Universal

Andressa Urach e Edir Macedo brigam na justiça sobre doações realizadas pela famosa à Igreja Universal.

Reprodução/NaTelinha - UOL

A apresentadora e ex-miss Bumbum, Andressa Urach, entrou com uma ação na justiça cível contra o pastor e dono da RedeTV!, Edir Macedo. A artista solicitou parte do faturamento da Igreja Universal e queria receber aproximadamente 15% dos ganhos, porém com um limite de R$ 12 mil por mês até a conclusão do processo.

Publicidade

Briga de Andressa Urach e Edir Macedo na justiça cível

Andressa Urach afirma que doou para a congregação do pastor Edir Macedo mais de um milhão de reais. O processo, que foi aberto em 2021, ainda afirma que na doação foi incluído automóveis como forma de pagamento.

A famosa disse que as doações foram realizadas por ordem religiosa e que se sente extorquida pela Igreja Universal. De acordo com o site de notícias UOL, Andressa Urach solicitou que recebesse 15% do faturamento da congregação enquanto o processo estiver em andamento na justiça.

Publicidade

Decisão da justiça sobre pedido de Andressa Urach contra Edir Macedo

Após o pedido de Andressa Urach contra o pastor Edir Macedo, a justiça da esfera cívil do município de Porto Alegre tomou uma decisão desfavorável para a artista. A juíza responsável pelo caso, Fernanda Carravetta, negou a solicitação da artista em receber parte do faturamento.

Publicidade

Para fundamentar a decisão, a juíza afirmou que o pedido feito pela famosa é uma espécie de pensão sobre os rendimentos da congregação. Assim, a magistrada entendeu que não é claro o que foi solicitado pela Andressa Urach e por isso optou pela negativa nesta fase do processo.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade