in

Tarcísio Meira foi o protagonista de 2-5499 Ocupado, a primeira novela diária da televisão brasileira

Glória Menezes foi o seu par romântico na trama que foi exibida em 1963 pela extinta TV Excelsior.

Reprodução: Globo

Tarcísio Meira, que faleceu na manhã desta quarta-feira, aos 85 anos, vítima da Covid-19, entrou para a história por ser protagonista de ‘2-5499 Ocupado’, a primeira telenovela diária da televisão brasileira. Nessa trama, exibida pela TV Excelsior em 1963, seu par romântico foi Glória Menezes, com quem estava casado recentemente.

Publicidade

O ator estava internado desde o último dia 6 de agosto no Hospital Albert Einstein, na região do Morumbi, zona sul de São Paulo. No último boletim médico emitido, divulgado ontem, informava que Tarcísio permanecia intubado na UTI e se submetendo a sessões diárias de diálise devido a problemas renais. Sua mulher, a atriz Glória Menezes, também infectada pelo vírus, permanece internada no mesmo hospital e o seu quadro clínico vem apresentando sucessivas melhoras.

Tarcísio Pereira de Magalhães Sobrinho nasceu em São Paulo em 1935, e estreou na televisão em 1959, na extinta TV Tupi, no teleteatro ‘Noites Brancas’. Em 1961, contracenou pela primeira vez com Glória Menezes, que no ano seguinte viria a ser sua mulher. Os dois tiveram um único filho, o também ator Tarcísio Filho, nascido em 1963.

Publicidade

Publicidade

Após passagens pela Tupi e pela TV Excelsior, onde se transformou num dos mais importantes galãs brasileiros, foi protagonista absoluto de ‘A Deusa Vencida’, ‘Almas de Pedra’ e ‘As Minas de Prata’.

Publicidade

Em 1968, Tarcísio e Glória foram contratados pela Rede Globo e estrearam em ‘Sangue e Areia’. Na nova emissora, ele fez parte das mais importantes novelas da história da televisão brasileira, como ‘Irmãos Coragem’, ‘O Semideus’, ‘Escalada’, ‘Brilhante’, ‘Guerra dos Sexos’, ‘Roda de Fogo’, ‘De Corpo e Alma’, ‘Pátria Minha’, ‘A Muralha’, ‘O Beijo do Vampiro’, ‘Páginas da Vida’, além de séries e minisséries.

Seu último trabalho na Globo foi em ‘Orgulho e Paixão’, onde vivia Lorde Williamson, mas teve que deixar a trama devido a problemas pulmonares.

Marcou presença em inúmeros espetáculos teatrais e também no cinema, como nos filmes ‘Independência ou Morte’, ‘O Marginal’, ‘República dos Assassinos’, ‘Eu’, ‘Amor Estranho Amor’, ‘Beijo no Asfalto’, ‘Eu te Amo’, ‘Idade da Terra’, entre outros.

Tarcísio Meira será eternamente lembrado, pois a sua história se confunde com a história da televisão brasileira.

Publicidade
Publicidade
Publicidade