in

Luíza Sonza expõe os ataques de ódio que sofre todos os dias: ‘Não posso andar na rua’

A cantora falou sobre os ataques de ódio que tem sofrido nas redes sociais.

TV Globo

Luíza Sonza fez um desabafo sobre o ódio gratuito que tem sofrido nas redes sociais quando esteve no programa Encontro com Fátima Bernardes hoje (11) pela manhã. A cantora disse que teve sempre  que lidar com as críticas da internet, porém, as coisas ficaram mais intensas depois do divórcio com Whindersson Nunes. “Não posso andar na rua”, afirmou a cantora.

Publicidade

Sonza admitiu que até hoje não sabe lidar muito bem com essa situação, não sabe conversar sobre isso, dialogar de uma forma madura. Pois, sofreu uma violência desproporcional, e que não era somente algo de fãs contra fãs, era uma agressividade enorme contra ela.

Luíza contou que não acontecia somente na internet, ela chegou a ser atacada na rua. A moça desabafou ainda que foi preciso ficar quase um mês afastada das redes sociais para lançar seu novo álbum, a única maneira que encontrou como fuga quando estava sem saída.

Publicidade

Logo, a titular questionou se Luíza conseguia olhar as coisas sobre ela na internet e não responder de imediato. A loira respondeu que a web deixa as pessoas cada vez mais aceleradas, e isso faz com que cada um queira expressar sua opinião sem refletir antes. Às vezes as respostas nem são o que a pessoa realmente está pensando, por isso ela queria propor de cada um refletir antes de sair falando.

Publicidade

Luíza ainda falou que não consegue ter ódio das pessoas da internet, pois foi através das redes sociais que sua carreira foi impulsionada, em seguida, ela disse que não vai mais mentir ao falar que está tudo bem com ela. Ela declarou que sempre disse ao longo dos anos, que nada lhe atingia, mas isso não é verdade, atinge sim. Por isso, vai parar de dizer que está bem, e que não sabe quando vai ficar tudo bem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade